Professores e alunos da Medicina da UPF atuarão no Hospital Municipal

Compartilhe

Com o objetivo de qualificar ainda mais o atendimento na área de saúde, o Hospital Municipal passará a contar com a parceria da Faculdade de Medicina da Universidade de Passo Fundo (UPF). O atendimento à comunidade será feito por mais de 80 pessoas, entre professores médicos e alunos. Isso será possível graças ao convênio firmado nesta sexta-feira (8) entre a Prefeitura de Passo Fundo e a UPF.

Com abrangência do Sistema Único de Saúde (SUS), os atendimentos dos acadêmicos que cursam a partir do 8º nível serão desenvolvidos no Pronto Atendimento Adulto e no Pronto Atendimento Pediátrico, com atuação clínica, cirúrgica/ambulatorial e pediátrica. Todo atendimento será supervisionado por professores médicos do curso de Medicina da UPF ou por preceptores, que são responsáveis pela formação dos estudantes, nos turnos da manhã e tarde, das 8h às 12h e das 13h30min às 17h, de segunda a sexta-feira. 

O prefeito de Passo Fundo, Luciano Azevedo, destacou que mais um compromisso com a saúde é assumido. “Quando recebemos aquele espaço no início do governo ele poderia ser qualquer coisa, menos um hospital. Foi um longo caminho para contornar os problemas, fazer projetos e vencer a burocracia. Demos um passo definitivo com a obra de ampliação, a maior já feita, e indispensável para que nosso hospital continuasse vivo. No entanto, de nada adianta a obra física se não tivermos lá pessoas que vão cuidar de outras pessoas. É por isso que agradeço à UPF e à Faculdade de Medicina, pois sem essa parceria não teríamos conseguido dar um salto tão grande”, afirma. 

Para a reitora da UPF, Bernadete Maria Dalmolin, selar mais essa parceria com o município é a continuação do que já vem sendo desenvolvido na área da saúde. “Há alguns anos o prefeito nos procurou e solicitou uma parceria com o Hospital Municipal nesse sentido. Desde aquele momento foi feito muito para construir isso. Hoje temos a felicidade de ampliar nossa parceria com um objetivo em comum: fortalecer o SUS. Todos temos um carinho pelo Hospital Municipal porque ele é fato o hospital público da cidade”, ressalta. 

O pronto atendimento é o setor mais crítico em qualquer município, conta diretor da Faculdade de Medicina, Dr. Paulo Reichert. “Os hospitais fecharam esse serviço e ficaram apenas com a emergência, o que gera uma enorme demanda. Por isso, essa é uma grande notícia para a cidade. Com certeza vamos qualificar o atendimento para a população”, diz. 

De acordo com o diretor do Hospital Municipal, Róger Teixeira Borges, a parceria irá aliar teoria e prática, auxiliando a instituição no atendimento à comunidade e reduzindo o tempo de espera nos prontos atendimentos adulto e pediátrico. 

O convênio considera a conjugação de esforços para o desenvolvimento de ações e atividades específicas e complementares na área da saúde pública, através da oferta de forma contínua de atendimento clínico ao usuário SUS, além da necessidade de reorganizar, incrementar e ampliar os atendimentos de Urgência e Emergência na cidade. 

(Foto: Alex Borgmann)

Leia Também Hospital de Clínicas fortalece incentivos na área de ensino e pesquisa Câncer de pulmão mata cerca de 300 pessoas por ano na região Norte do RS Serviço de Hemoterapia do HSVP recebe doadores do Trote Solidário HSVP desenvolve campanha especial pelo Dia Mundial do Rim