Mantido o veto que proíbe bebida alcoólica nos estádios

Compartilhe

O veto do governador Eduardo Leite (PSDB) sobre o projeto que autoriza a retomada da venda de bebidas alcoólicas nos estádios foi mantido na tarde desta terça-feira durante sessão na Assembleia Legislativa por 46 votos a cinco. Votaram para que o veto fosse derrubado os deputados Issur Koch (PP), Gaúcho da Geral (PSD), Dalciso Oliveira (PSB), Fábio Ostermann (Novo) e Giuseppe Riesgo (Novo).

A legislação estadual que proíbe a comercialização e o consumo dentro dos estádios vigora desde abril de 2008, a partir de um projeto do então deputado estadual Miki Breier (PSB), hoje prefeito de Cachoeirinha. O texto aprovado em dezembro do ano passado limita o consumo de bebidas alcoólicas ao primeiro tempo das partidas, ou após o fim do jogo. O projeto foi idealizado pelos deputados Gilmar Sossella e Ciro Simoni (ambos PDT), que não ocupam mais vagas no parlamento gaúcho.

A deputada Luciana Genro (PSOL), afirmou que manter o veto é fundamental para ocorram menos violências nos estádios.

Entretanto, o assunto não se esgota por aqui. Está sendo formada uma comissão da nova legislatura da Assembleia Legislativa para ouvir todos os segmentos e apresentar uma nova proposta em 120 dias.



Créditos: Laura Gross / Rádio Guaíba

Leia Também Michel Temer é preso pela força-tarefa da Lava Jato Lula e seu filho são indiciados pela PF por lavagem e tráfico de influência Grupo de crianças usa Viagra, ecstasy e álcool em piquenique escolar em Lajeado Gustavo da Luz é eleito presidente da Associação dos Advogados Criminalistas de Passo Fundo