Inicia hoje a vacinação contra gripe para crianças e gestantes

Compartilhe
(Reprodução)   (Reprodução) 
A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe irá começar nesta quarta-feira (10). A primeira fase, que será de 10 a 19 de abril, será priorizada para crianças de seis meses a menores de seis anos (5 anos, 11 meses e 29 dias) e grávidas em qualquer período gestacional. Segundo o Ministério da Saúde, a escolha foi feita pela maior vulnerabilidade do grupo.

A partir do dia 22 de abril abre para os demais grupos prioritários. A meta é vacinar 90% de cada grupo prioritário.

Qual é o tipo de vacina oferecida pelo município (tri ou tetravalente)?
Trivalente. A vacina influenza trivalente está sendo utilizada no Brasil desde fevereiro de 2019 e deverá conter, obrigatoriamente, três tipos de cepas de vírus em combinação e dentro das especificações abaixo descritas: A/Michigan/45/2015 (H1N1)pdm09, A/Switzerland/8060/2017 (H3N2) e B/Colorado/06/2017 (linhagem B/Victoria/2/87). 

Em quantas unidades ficarão disponíveis as doses?
A vacinação acontecerá nos Cais e na Central de Vacinas. 

CAIS Boqueirão
Coronel Pitinga, 11 – Edmundo Trein 

CAIS Hípica
Travessa Osvaldo Motta Fortes, 30 – Hípica

CAIS Petrópolis
Avenida Brasil, 1580 – Petrópolis

CAIS São Cristóvão
Scarpelini Ghezzi, 55 – Lucas Araújo

CAIS Luiza
Gervásio Annes, 303 – Luiza

Central de Vacinas
Rua Uruguai, 667 – Centro, próximo ao Clube Juvenil 

Quais são os grupos de risco?
Crianças de seis meses a menores de seis anos (5 anos, 11 meses e 29 dias): os pais ou responsáveis devem apresentar a carteira de vacinas. 

Grávidas (em qualquer período gestacional): devem apresentar carteira de pré-natal ou exame de gravidez. 

Puérperas (mulheres no período de até 45 dias após o parto): devem apresentar documento que comprove a gestação (certidão de nascimento, cartão da gestante, documento do hospital onde ocorreu o parto, entre outros) durante o período de vacinação.

Trabalhadores da área de saúde: todos os trabalhadores de saúde dos serviços públicos e privados, nos diferentes níveis de complexidade.

Professores: todos os professores das escolas públicas e privadas.

Povos indígenas: toda população indígena, a partir dos seis meses de idade. A programação de rotina é articulada entre o PNI e a Secretaria de Atenção a Saúde Indígena (SESAI).

Idosos (60 anos ou mais de idade): devem apresentar documento que comprove a idade.

Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas: o planejamento e operacionalização da vacinação nos estabelecimentos penais deverá ser articulados com as secretarias estaduais e municipais de Saúde e secretarias estaduais de Justiça, conforme Plano Nacional de Saúde no Sistema Penitenciário.

População privada de liberdade e funcionários do sistema prisional: o planejamento e operacionalização da vacinação nos estabelecimentos penais deverá ser articulados com as secretarias estaduais e municipais de Saúde e secretarias estaduais de Justiça, conforme Plano Nacional de Saúde no Sistema Penitenciário.

Pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais: devem apresentar atestado médico que comprove e informe o quadro de comorbidade.

Quais as estatísticas de vacinação por grupo de risco?
Crianças de 6 meses a menores de 6 anos: 13.760 doses
Gestantes: 2.157 doses
Puérperas: 355 doses
Indígenas: 134 doses
Idosos: 22.222 doses
Comorbidades: 18.434 doses
Professores: 2.195

Leia Também Inscrições para o Curso Técnico de Enfermagem do HSVP vão até o dia 13 Ação de prevenção de Câncer de Pele realiza mais de 300 atendimentos Prefeitura de Passo Fundo chama concursados na área de saúde Especialização em Audiologia da UPF recebe inscrições