Justiça autoriza cultivo de maconha medicinal em Canoas

Compartilhe
(Reprodução)   (Reprodução) 

Depois de um ano e meio de luta na Justiça, uma família do município de Canoas, região metropolitana do RS, ganhou o direito de plantar e cultivar planta Cannabis Sativa que dá origem à maconha, para produzir de forma caseira o óleo canabidiol - CBD - medicamento feito à base da planta e liberado pela Anvisa. 

A paciente, uma criança de 9 anos, nasceu com uma doença rara, grave e degenerativa chamada Síndrome de Dravet. O óleo medicinal é utilizado para combater as crises de convulsão, que chegavam a ser de 30 a 50 por dia e proporcionou uma melhora significativa à criança. 

A família é a primeira no Rio Grande do Sul a ganhar o direito. 


Leia Também Moro: "Divulguem tudo de uma vez!" Vereador de Farroupilha é acusado de desviar mais de R$ 1 milhão de cooperativas habitacionais Analfabetismo no Brasil cai entre 2016 e 2018 de 7,2% para 6,8% Uso facultativo do simulador baixa valor da CNH em 14% no RS