Vigilantes admitem possibilidade de greve a partir desta segunda-feira

Compartilhe
Fotos: João Victor Lopes (Planalto News)   Fotos: João Victor Lopes (Planalto News) 

Durante o programa Comando Popular desta segunda-feira (15), Patric Cavalcanti conversou com o presidente do Sindicato dos Vigilantes de Passo Fundo e região, Rodolfo Boita, sobre a possibilidade de greve dos trabalhadores da JOB, caso não haja o efetivo pagamento e encerramento de contrato dos funcionários, em até 72 horas.

O trabalhador já não suporta mais o descumprimento da empresa JOB com o que é tratado durante as convenções coletivas de trabalho.” relata Boita.

Nova mobilização será realizada nesta segunda-feira às 14h, em frente à Câmara de Vereadores de Passo Fundo para a decisão dos trabalhadores, segundo o artigo 14 da Lei nº 7.783/89 que estabelece a critério da Justiça do Trabalho, a legalidade da greve.

“Os trabalhadores estão sem condições de exercer a profissão, uma vez que, a própria empresa não disponibiliza nem o combustível para os funcionários que trabalham no turno da noite.” complementa.

A decisão será tomada nesta tarde, e a partir do momento que for decidido pela greve estarão fazendo o procedimento de comunicar a empresa e a prefeitura, sobre a paralisação dos serviços.

“Tem trabalhadores que voltaram de férias há mais de 70 dias e estão sem receber, funcionários que foram demitidos e a empresa mandou buscar os direitos, mas, simplesmente não pagou o que foi combinado em convenção coletiva.” ressalta o presidente do sindicato.



Ouça:

  • Greve dos funcionários da JOB

Leia Também Petrobras reajusta em R$ 0,10 litro do diesel nas refinarias Rádio Planalto homenageada pelos 50 anos na Câmara de Vereadores Sicredi Integração de Estados RS/SC anuncia resultado da campanha Poupança Solidária Rádio Planalto recebe homenagem pelos 50 anos de história hoje na Câmara de Vereadores