Mais de cinco mil crianças matriculadas na educação infantil municipal

Compartilhe

Oferecer qualidade na rede de educação é uma das preocupações do governo municipal. Prova disso é o aumento da oferta de vagas, especialmente na educação infantil, onde as matrículas subiram de cerca de 3 mil no início da gestão (2013) para 5.176 crianças matriculadas em 2019. Mas esse aumento de vagas somente foi possível com o investimento na construção de novas escolas e ampliação das existentes.

Nos últimos anos foram construídas 11 novas escolas de educação infantil. Além disso, outras três foram ampliadas e três foram para novos prédios. Com isso, as vagas na pré-escola, por exemplo, aumentaram em mais de 1.200, alcançando 100% do público a ser atendido, preconizado pelo Plano Nacional de Educação. E na fase conhecida como creche, foram 818 novas vagas. Até o final do ano este número deve ser ainda maior, com a conclusão das obras da Escola Municipal de Educação Infantil Parque do Sol, que irá oferecer 200 vagas e com a construção da nova Escola Municipal de Educação Infantil Criança Feliz, com 160 vagas.

Foram esses investimentos que possibilitaram que Daiane Ferreira garantisse vaga para o filho Francisco, de 5 anos. “A conquista da vaga foi tranquila, mas isso me deixou super satisfeita, pois o município está com uma equipe capacitada, oferece os uniformes e conta com escolas com uma ótima estrutura”, comemora. Com essa oportunidade, o Francisco passou a ser aluno da Escola Municipal de Educação Infantil Siloé.

Vagas para todos
Enquanto diversos municípios gaúchos estão com defasagem de vagas para crianças em idade pré-escolar, chegando a déficits superiores a mil vagas, em Passo Fundo os números são bastante animadores. Todas as crianças inscritas para as Escolas Municipais de Educação Infantil para o ano letivo de 2019 conseguiram vaga dentro do critério de zoneamento, que considera a região da cidade onde mora o aluno. 

Radiografia da Educação Infantil no RS
No final do ano passado, o Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS) apresentou a Radiografia da Educação Infantil no Rio Grande do Sul, referente aos anos de 2016 e 2017. O estudo aponta  evolução do atendimento de crianças de 0 a 5 anos em creche e pré-escola nos municípios do estado. Passo Fundo, por exemplo, ampliou a oferta de vagas de cerca de 76% em 2015 para 93,4% em 2017, um dos crescimentos mais significativos do estado. Os percentuais se referem ao número de crianças na faixa etária indicada.

No final deste ano devem ser apresentados os dados referentes aos anos de 2017 e 2018, com as atualizações e evoluções das matrículas em todo o estado.

(Foto: João Henrique Pazuch)

Leia Também Encerramento das atividades de 2019 da Universidade Popular será neste sábado Prefeitura divulga nota sobre o cancelamento da Jornada de Literatura em 2020 Aberto o Cadastro Temporário para Contratação Emergencial da Rede Estadual de Ensino FUPF recebe medalha do Prêmio de Responsabilidade Social 2019