Sábado de conscientização sobre violência sexual contra crianças

Compartilhe

Neste sábado, dia 18 de maio, quando é celebrado o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, a Prefeitura de Passo Fundo, através do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) da Secretaria de Cidadania e Assistência Social, vai promover um momento de reflexão, que será realizado através de uma mobilização pelas redes sociais.

A ideia é promover ações e publicações nas redes utilizando a #Proteja nossas crianças, em Casa, no Atendimento e na Comunidade! Com isso, o objetivo é lembrar a importância de proteger crianças e adolescentes contra ofensas sexuais como um dever de toda a sociedade, chamando a atenção de todos os segmentos para o crescente número de vítimas desse tipo de violência.

Em Passo Fundo, um importante atendimento neste sentido é realizado pelo CREAS. Diariamente o Centro atende a população passo-fundense na garantia de seus direitos. Braço da Secretaria de Cidadania e Assistência Social (Semcas), o Centro conta com atendimento de técnicos de nível superior e médio e coordenação.

Dia de luta contra a exploração sexual infantil
O dia 18 de maio é uma conquista que demarca a luta pelos direitos humanos de crianças a adolescentes no território brasileiro. Esse dia foi escolhido porque em 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória (ES), um crime bárbaro chocou o país e ficou conhecido como Caso Araceli.

Com apenas oito anos de idade, Araceli Cabrera Sanches foi sequestrada em 18 de maio de 1973. Segundo investigação, ela foi drogada, espancada, estuprada e morta por membros de uma tradicional família capixaba. Mesmo com o aparecimento do seu corpo, tragicamente transfigurado por ácido em uma movimenta rua da cidade de Vitória, poucos foram capazes de denunciar o acontecido. O silêncio da sociedade acabaria por decretar a impunidade dos criminosos.

Os acusados eram conhecidos na cidade pelas festas que promoviam em seus apartamentos e em uma propriedade na praia de Canto, chamada de Jardim dos Anjos. Também era conhecida a atração que nutriam por drogar e violentar meninas durante as festas. De acordo com as informações, eles eram conhecidos por percorres colégios da cidade em busca de novas vítimas.

Por conta disso, o dia 18 de maio foi instituído como Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, no sentido de manter viva a memória nacional desse caso e reafirmar a responsabilidade da sociedade brasileira em garantir os direitos de todas as suas Aracelis.

Leia Também Servidor da Câmara recebe Prêmio Mérito em Administração Utilidade pública: alterações no trânsito devido aos desfiles de 20 de Setembro Feira Regional de Economia Solidária e Biodiversidade ocorre em outubro Recolhimento do lixo não será efetuado na sexta-feira