Quase 70% dos eleitores passo-fundenses ainda não realizaram o cadastro biométrico

Compartilhe
O programa Na Ordem do Dia com João Altair recebeu nessa segunda-feira (20) a juíza eleitoral Ana Cristina Frighetto Crossi, da 128ª Zona Eleitoral, com sede em Passo Fundo. Dentre os assuntos abordados durante a conversa, a importância do cadastramento biométrico.
“Estamos empenhados em chamar o eleitor para que ele realize seu cadastramento biométrico. Todo eleitor que não tiver no cantor superior direito escrito identificação biométrica é porque ele ainda não realizou o seu cadastro. Ele deve comparecer a um cartório eleitoral para regularizar (a situação). ’’ disse a juíza.
Ana Cristina ainda informou que não há um limite para essa regularização em Passo Fundo, mas aconselha a população para que todos realizem o cadastramento biométrico antes de este prazo ser estabelecido, pois, quando houver, podem existir transtornos e filas no cartório da cidade.
“O eleitor precisa ter isso em mente, não esperar ter um limite.” aconselha.
Dos 147.118 eleitores, apenas 47.484 já realizaram o cadastramento biométrico em Passo Fundo, ou seja, faltam ainda 99.634 eleitores, o que significa 68%.
Em 2019, a meta é de que mais de 14 mil eleitores realizem o cadastramento a fim de evitar filas de espera posteriormente. Se a meta não for atingida, a obrigatoriedade será estabelecida.
O cartório eleitoral em Passo Fundo fica localizado na Rua Júlio de Castilhos, 60, atrás do Colégio Protásio Alves.
Para ser atendido é necessária a apresentação das originais de um documento de identificação oficial (com foto), comprovante de residência atual e título de eleitor.

Leia Também Curso de Atualização para Instrutores de Trânsito inscreve para nova turma Entregues doações da Campanha "Vem Cooperar, Passo Fundo"! Comunidade Santa Rita foi destaque no Planalto nos Bairros Licitação do transporte público em Passo Fundo: novo edital será publicado