Quase 70% dos eleitores passo-fundenses ainda não realizaram o cadastro biométrico

Compartilhe
O programa Na Ordem do Dia com João Altair recebeu nessa segunda-feira (20) a juíza eleitoral Ana Cristina Frighetto Crossi, da 128ª Zona Eleitoral, com sede em Passo Fundo. Dentre os assuntos abordados durante a conversa, a importância do cadastramento biométrico.
“Estamos empenhados em chamar o eleitor para que ele realize seu cadastramento biométrico. Todo eleitor que não tiver no cantor superior direito escrito identificação biométrica é porque ele ainda não realizou o seu cadastro. Ele deve comparecer a um cartório eleitoral para regularizar (a situação). ’’ disse a juíza.
Ana Cristina ainda informou que não há um limite para essa regularização em Passo Fundo, mas aconselha a população para que todos realizem o cadastramento biométrico antes de este prazo ser estabelecido, pois, quando houver, podem existir transtornos e filas no cartório da cidade.
“O eleitor precisa ter isso em mente, não esperar ter um limite.” aconselha.
Dos 147.118 eleitores, apenas 47.484 já realizaram o cadastramento biométrico em Passo Fundo, ou seja, faltam ainda 99.634 eleitores, o que significa 68%.
Em 2019, a meta é de que mais de 14 mil eleitores realizem o cadastramento a fim de evitar filas de espera posteriormente. Se a meta não for atingida, a obrigatoriedade será estabelecida.
O cartório eleitoral em Passo Fundo fica localizado na Rua Júlio de Castilhos, 60, atrás do Colégio Protásio Alves.
Para ser atendido é necessária a apresentação das originais de um documento de identificação oficial (com foto), comprovante de residência atual e título de eleitor.

Leia Também Vereador Patric solicita à Justiça a devolução imediata de área da Manitowoc Professores e pais se confundem com local de reabilitação de detentos e pensam ser na Escola do Hoje Obra de alargamento da rua Alceu Laus está sendo concluída BSBIOS divulga nota sobre princípio de incêndio