Passo Fundo se integra neste sábado ao Dia Nacional da Adoção

Compartilhe

Neste sábado, dia 25, acontece em Passo Fundo o Dia do Encontro, evento que faz parte da comemoração do Dia Nacional da Adoção e que tem como objetivo incentivar a adoção tardia. O propósito do Dia do Encontro é oportunizar a realização de um evento de encontro de crianças e adolescentes aptos à adoção com os pretendentes habilitados das comarcas de Passo Fundo, Lagoa Vermelha, Erechim, Carazinho e Soledade.

O secretário da Assistência Social Wilson Lill apresentou os detalhes em entrevista para Ari Machado, no programa Frente a Frente.

A comarca de Passo Fundo conta atualmente no Cadastro Nacional de Adoção com 104 habilitados e 11 crianças/adolescentes disponíveis para adoção com idades entre 11 e 17 anos. O número de habilitados é superior ao número de crianças e adolescentes aptos, entretanto eles permanecem a espera de uma família em virtude da incompatibilidade do perfil escolhido pelos habilitados. A grande maioria está no aguardo de uma criança de 0 a 2 anos.

Porém participarão do Encontro aproximadamente 40 habilitados e 23 crianças, além das equipes de apoio, que trabalham com as crianças, juiz, promotora. A proposta foi apresentada para os habilitados e as crianças e foi realizada inscrição prévia, assim como dois encontros preparatórios com os habilitados. As crianças que participarão concordaram em estar presentes.

O evento ocorrerá na Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (rua Teixeira Soares, 805), das 9 às 16h. O evento é fechado, visando a não exposição das crianças. “Tendo em vista a repercussão do evento realizado no Mato Grosso com crianças acolhidas, que expôs as crianças de maneira, no mínimo, constrangedora, informamos que diferente do evento citado, Passo Fundo pela primeira vez estará realizando o Dia do Encontro, sendo esta uma recomendação da Corregedoria do Juizado da Infância e Juventude, do RS”, explica a secretária adjunta de Cidadania e Assistência Social, Elenir Chapuis.

De acordo com ela, o evento vem sendo preparado há vários meses. “Estamos trabalhando no planejamento desde dezembro de 2018. Foram previstos dois encontros prévios com os participantes para orientações e foi formada uma comissão da equipe do Fórum e equipe técnica da Semcas para o planejamento e realização”, salienta Elenir.

O Dia do Encontro conta com a parceria da Prefeitura de Passo Fundo, Juizado da Infância e  Juventude, Ministério Público, Grupo de Adoção Adotchê, Programa Egregora e Programa Mãos Que Ajudam. 

Adoção tardia
Incentivar a adoção tardia é um dos principais focos do evento, uma vez que é um dos tipos que menos acontece. “O trabalho é cauteloso e sério, pois temos responsabilidade em relação às crianças e adolescentes acolhidos. Entretanto vale salientar que para alguns deles não temos absolutamente nada a oferecer além da institucionalização por longos anos, e nenhuma esperança de concretizar o que eles mais querem que é a oportunidade de uma convivência familiar e comunitária. Desta forma, aderimos à proposta em um formato com critérios e de forma fechada, envolvendo somente os interessados”, salienta a secretária adjunta.

Elenir lembra ainda que a adoção tardia, quando ocorre, está vinculada, de alguma forma, ao conhecimento prévio. “No ano passado conseguimos encaminhar quatro crianças e adolescentes de 9 a 16 anos para adoção, garantindo a essas crianças a oportunidade de ter uma família ou pessoas de referência. Também referimos que em 2013 tínhamos 97 crianças acolhidas nas quatro instituições. Hoje temos em torno de 30, em duas instituições, devido ao trabalho das equipes técnicas (Alta, CREAS, CRAS), das equipes das casas, da rede de atendimento, do sistema de justiça e do investimento de recursos próprios do município nos programas alternativos ao acolhimento institucional, o que gera um impacto social bastante expressivo”, destaca.


Leia Também Feira Ecológica de Passo Fundo precisa de estrutura Projeto Transformação em Arte recebe doações da Campanha Criança Pé Quente Sexta-feira de protesto contra a reforma da Previdência em Passo Fundo Meu Inverno Mais Quentinho com doações na Santo Antônio da Pedreira