Delegado da Receita Federal alerta sobre investimentos arriscados

Compartilhe
Na semana passada, a Receita Federal prendeu um grupo de empresários em Novo Hamburgo que operavam, através de uma empresa, no mercado de moeda virtual, a chamada criptomoeda.

Eles captaram, em apenas um ano, quase R$ 1 bilhão, de poupadores de todo o Brasil. Os recursos eram investidos em mansões, carros de luxo e joias. Eles ofereciam lucros de até 15% ao mês, margem que destoa da realidade do mercado.

O delegado da Receita Federal (Delegacia Regional de Passo Fundo), Leandro Tessaro Ramos, disse na Rádio Planalto News, que os investidores precisam estar atentos. “Não existe lucro fácil, o poupador deve se informar, existem muitas instituições financeiras e corretoras sérias, quando a remuneração é muito atrativo, é preciso desconfiar, não podemos ficar seduzidos por essas ofertas. Esse pessoal conseguiu patrimônio às custas da esperança alheia”, alertou o delegado.

Ouça a entrevista:
  • Criptomoedas

Leia Também Receita paga hoje as restituições do 1º lote do Imposto de Renda Bolsonaro cogita reduzir para 4% imposto sobre produtos de TI Receita abre consulta a 1º lote de restituição do IR 2019 Três milhões de clientes da Caixa poderão quitar dívidas com desconto