Delegado da Receita Federal alerta sobre investimentos arriscados

Compartilhe
Na semana passada, a Receita Federal prendeu um grupo de empresários em Novo Hamburgo que operavam, através de uma empresa, no mercado de moeda virtual, a chamada criptomoeda.

Eles captaram, em apenas um ano, quase R$ 1 bilhão, de poupadores de todo o Brasil. Os recursos eram investidos em mansões, carros de luxo e joias. Eles ofereciam lucros de até 15% ao mês, margem que destoa da realidade do mercado.

O delegado da Receita Federal (Delegacia Regional de Passo Fundo), Leandro Tessaro Ramos, disse na Rádio Planalto News, que os investidores precisam estar atentos. “Não existe lucro fácil, o poupador deve se informar, existem muitas instituições financeiras e corretoras sérias, quando a remuneração é muito atrativo, é preciso desconfiar, não podemos ficar seduzidos por essas ofertas. Esse pessoal conseguiu patrimônio às custas da esperança alheia”, alertou o delegado.

Ouça a entrevista:
  • Criptomoedas

Leia Também Petrobras: não há previsão de aumento no valor da gasolina Governo avalia autorizar congelamento do salário mínimo Receita libera pagamento do 4º lote de restituição do IR 2019 Saque do FGTS de até R$ 500 começa a ser pago hoje