Autor da proposta confirma à Planalto News que confia na aprovação da unificação das eleições no país

Compartilhe

Em Brasília, o deputado catarinense Rogério Peninha Mendonça (MDB) busca apoio para aprovar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que unifica as eleições no país. Com parecer favorável do relator, deputado Valtenir Pereira (MDB/MT), na Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania (CCJC), o autor da proposta corre contra o tempo para que a matéria seja votada o quanto antes.

Com a aprovação da PEC 56, os mandatos dos atuais prefeitos e vereadores serão prorrogados por 2 anos, para que em 2022 todos os cargos sejam eleitos de uma só vez – de Vereador a Presidente da República.

Ele foi procurado pela reportagem da Rádio Planalto News (FM 92.1) e demonstrou a confiança na aprovação. “O parecer favorável do relator já indica que teremos boas chances de aprovar a minha proposta na CCJ. Agora precisamos de uma verdadeira força tarefa sobre os membros da Comissão. Primeiro para que o presidente, deputado Felipe Francischini (PSL/PR), paute a matéria, e depois para que tenhamos a maioria simples necessária para que o texto siga para a Comissão Especial”, explica.

A proposta do deputado de Santa Catarina deve proporcionar uma economia de aproximadamente R$ 1 bilhão já no próximo ano. As eleições do ano passado custaram cerca de R$ 900 milhões. De acordo com a PEC, os mandatos dos atuais prefeitos e vereadores serão prorrogados por dois anos, para que a partir de 2022 todos os cargos sejam escolhidos em pleito único, de Vereador a Presidente da República.

“Essa conversa com os parlamentares, feita na base eleitoral de cada estado, é muito importante. Precisamos dar agilidade à tramitação para que o texto seja aprovado até o início de outubro, ou seja, um ano antes do pleito. Só assim vai suspender o pleito de 2020 e gerar a economia que tanto precisamos”, conclui Peninha.

A PEC 56/19, apresentada por Peninha, foi apensada à PEC 376/09, numa manobra para dar mais musculatura e rapidez ao andamento da proposta, para acompanhar a tramitação acesse o site da Câmara dos Deputados
. No mesmo portal é possível acessar também a lista dos parlamentares membros da CCJ.


A proposta que apresentei para unificar as eleições no Brasil teve seu número alterado. Como a anterior (PEC 49) teve divergência nas assinaturas – alguns parlamentares assinaram de forma diferente da rubrica que consta do arquivo oficial da Câmara – tive que buscar mais signatários e reapresentá-la. Agora ela se chama “PEC 56”.


Veja aqui o texto da PEC e sua ficha de tramitação: bit.ly/2GluJTe


Leia Também Aprovado o projeto de controle populacional de cães e gatos em Passo Fundo Em ação: super-heróis chegam à Câmara de Vereadores Projeto sobre porte de armas pode ser votado esta semana na Câmara Evento de filiação do PSL, partido de Bolsonaro, reúne simpatizantes em Passo Fundo