Rio Grande do Sul já registra cinco mortes por gripe em 2019

Compartilhe

A Secretaria Estadual da Saúde confirmou, nesta quarta-feira, mais duas mortes por gripe A (H1N1) no Rio Grande do Sul. Os casos foram informados ao órgão na terça-feira pelas instâncias municipais e ocorreram nos municípios de Alegrete e Tramandaí. Ao todo, já são cinco óbitos por influenza em solo gaúcho neste ano.

As duas vítimas têm 54 anos. A primeira delas é uma moradora de Alegrete, na Fronteira Oeste, que sofria de pneumopatia crônica e não tinha se vacinado na última campanha. Ela ficou quatro dias internada na Santa Casa do município, antes de falecer em 27 de maio. A outra vítima é um homem, cardiopata e diabético cujo óbito foi registrado em 30 de maio. Morador de Novo Hamburgo, ele estava internado desde o dia 25, em Tramandaí.

A imunização foi aberta a toda a população na segunda-feira e segue determinação do Ministério da Saúde, uma vez que o Rio Grande do Sul não atingiu a meta de cobertura do público-alvo. Em Porto Alegre, o local de maior movimento, foi o Centro de Saúde Modelo, no bairro Santana. Segundo o governo estadual, até a manhã desta quarta-feira haviam sido vacinadas cerca de 3,2 milhões de pessoas de grupos prioritários, aproximadamente 82% da meta, de 3,8 milhões.

*Rádio Guaíba

Leia Também Escola HC anuncia inscrições permanentes para novas turmas Hospital São Vicente comemora 101 anos com nova logomarca Médica esclarece sobre período de jejum antes da doação de sangue Pediatras pedem fim da exigência do Teste da Linguinha