‘Dia D’ de Solidariedade convida população para doação de sangue no Hospital de Clínicas

Compartilhe

O Hospital de Clínicas (HC) realiza no dia 14 de junho (sexta-feira), em parceria com o Hemopasso, uma nova edição do ‘Dia D’ de Solidariedade, que convida a comunidade a contribuir com a campanha de doação de sangue promovida pela instituição desde 2016. Nesta data, das 09h às 12h30 e das 13h30min às 17h, a Unidade Móvel do Hemopasso receberá os doadores no estacionamento do Hospital da Clínicas, ao lado da Unidade de Emergência (Rua Tiradentes, 295).   

Uma doação de sangue faz diferença na vida de quem precisa. Uma bolsa de sangue é dividida, no mínimo, em três componentes: plasma, glóbulos vermelhos e plaquetas, com durabilidade de armazenamento de 1 ano, 35 dias e 5 dias respectivamente.

O que é preciso para doar?

  • Estar em boas condições de saúde;
  • Apresentar documento oficial de identidade com foto;
  • Ter idade entre 16 e 60 anos, sendo que os candidatos a doadores com menos de 18 anos deverão estar acompanhados pelos pais ou por responsável legal;
  • Pesar no mínimo 50 Kg;
  • O limite de idade para a primeira doação é de 60 anos;
  • Não estar em jejum e evitar alimentação gordurosa;
  • Ter dormido pelo menos 6 horas antes da doação;
  • Não ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores à doação;
  • Não fumar pelo menos duas horas antes da doação.

     
    Quais as etapas da doação?

    1. Cadastro: Cadastro do candidato à doação com a apresentação de documento oficial com foto
    2. Pré-triagem: Verificação dos sinais vitais (pressão arterial, temperatura e batimentos cardíacos), peso e teste de anemia. 
    3. Triagem clínica: Entrevista individual e sigilosa onde serão avaliados os antecedentes e o estado atual de saúde do candidato à doação para determinar se a coleta poderá trazer riscos para ele ou para o receptor.
    4. Coleta de sangue: Coleta de aproximadamente 450ml de sangue e amostras para a realização dos testes laboratoriais. 
    5. Hidratação: Após a doação de sangue o doador receberá um lanche. É recomendável que o doador permaneça no mínimo 15 minutos no hemocentro e beba bastante líquido durante o dia.

 

Fonte: Secretaria de Saúde do Estado do Rio Grande do Sul

Ouça o bate-papo no Saúde em Debate na #FM 92.1, sobre o ‘Dia D’ de Solidariedade:

 

  • SAÚDE EM DEBATE - DOAÇÃO DE SANGUE

Leia Também IMED promove ações de conscientização sobre a importância da doação de medula óssea Cirurgias bariátricas crescem 84,73% no Brasil Setembro Amarelo: professora da Psicologia da Anhanguera destaca a importância de cuidar da saúde mental Hospital Municipal com inscrições para processo seletivo para contratação de médicos