Câmara de Vereadores de Passo Fundo pretende utilizar energia solar nos próximos anos

Compartilhe

Na tarde dessa quarta-feira, durante a sessão plenária na Câmara de Vereadores, o presidente da casa, vereador Fernando Rigon, anunciou que nos próximos anos o Legislativo deverá contar com energia solar.

Segundo o vereador, estudos já foram feitos em anos anteriores e existe viabilidade técnica de adequar o sistema à Câmara.

Segundo Rigon, hoje o gasto com a instalação de equipamentos para se reter energia solar estaria no valor aproximado de R$ 300 mil. Levando-se em consideração um gasto de mensal de R$ 7 mil, em 4 anos se pagaria o investimento.

A iniciativa foi tomada em conjunto com o vereador Alex Necker, do PCdoB, justamente na semana dedicada ao meio ambiente. Rigon salientou que não basta divulgar a questão ambiental, mas tomar iniciativas que venham ao encontro do racionamento consciente.

Mesmo que não se conclua a instalação do processo em 2019, o vereador quer deixar tudo encaminhado para ser usado no próximo ano.

Em entrevista à Rádio Planalto, Fernando Rigon esclareceu como vai funcionar o sistema na Câmara.


((Confira o áudio da entrevista))

Leia Também Vereadores aprovam orçamento do Executivo para 2020 Haddad é condenado a 4 anos de prisão em regime semiaberto por crime de caixa dois Aprovado o projeto de controle populacional de cães e gatos em Passo Fundo Em ação: super-heróis chegam à Câmara de Vereadores