Após eliminação, Marta cobra melhor preparação da Seleção Brasileira

Compartilhe

A atacante Marta, a melhor jogadora do mundo, eleita para Federação Internacional de Futebol (Fifa), deixou o gramado do Estádio Océane, em Le Havre, após a derrota para a França por 2 a 1, nesse domingo (23), cobrando apoio dos dirigentes para uma preparação com mais tempo de trabalho e que as jogadoras valorizem e trabalhem melhor para chegar bem em competições do nível de uma Copa do Mundo.

“É um momento especial e a gente tem que aproveitar. O momento é muito emocionante. Queria estar sorrindo aqui ou até chorando de alegria. A gente pede tanto, pede apoio, mas a gente também precisa valorizar. A gente está sorrindo aqui e acho que esse é o primordial, ter que chorar no começo para sorrir no fim. É treinar mais, estar pronta para jogar 90 minutos, 30 minutos, e quantos mais forem. Não vamos ter Formiga, Marta e Cristiane para sempre. O futebol feminino depende de vocês. Pensem nisso, valorizem mais. Chorem no início para sorrir no fim”, disse Marta, muito emocionada ainda no gramado.

Marta pediu que as atletas, a partir de agora, comecem a pensar na Olimpíada, porque, segundo ela, uma Copa e uma Olimpíada são momentos especiais. De acordo com a camisa dez da seleção, isso é importante para que cada jogadora faça um trabalho mais forte e chegue nessas competições mais preparadas.

Leia Também PFF renova com Japa Atlântico de Erechim goleia e conquista o tetra gaúcho de futsal Vestibular Solidário Anhanguera em duas etapas nesta semana Goleiro Ângelo renova com o Passo Fundo Futsal