Novo bafômetro detecta álcool no momento em que o condutor diz seu nome ao policial

Compartilhe

Na tarde desta terça-feira, 25, a reportagem da Rádio Planalto News foi até a unidade da Polícia Rodoviária Federal (PRF), para saber mais sobre o novo bafômetro que será usado nas rodovias federais, na região de Passo Fundo.

O aparelho:

O novo equipamento, na função passiva, já serve como uma triagem para o policial, indicando se o condutor abordado fez ou não uso de bebida alcoólica, antes mesmo de o motorista assoprar o etilômetro. Por sua vez, na função ativa, o aparelho se assemelha ao já utilizado normalmente, aferindo, através do sopro, a quantidade de álcool existente no organismo do motorista.

No modo passivo, o aparelho dispensa o uso dos bocais descartáveis e demanda menos tempo para conclusão da abordagem, o que diminui os gastos públicos, reduz o lixo plástico e permite que mais motoristas possam ser fiscalizados, assegurando uma maior segurança viária e preservando mais vidas.

O aparelho mostra ao policial se o ambiente possui um volume de álcool. Por exemplo: a autoridade policial, com o aparelho ligado, próximo ao condutor, pergunta o nome do motorista. No momento em que o condutor fala o seu nome ao policial, o bafômetro mostra se possui, ou não, volume de álcool no ambiente.

Caso seja constatado que possua álcool no ambiente, o condutor é convidado a realizar o teste do etilômetro, tendo o direito de recusar. O condutor não será autuado se o aparelho mostrar álcool no ambiente, apenas se assoprar o bafômetro e constatar. Em caso de recusa, serão tomadas as mesmas providências já existentes.

Se o aparelho não mostrar nenhum volume de álcool no ambiente, o condutor é liberado.  

Punições:

Dirigir embriagado. Art. 306

Conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência:

Penas - detenção, de seis meses a três anos, multa e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor.  (Fonte: www.ctbdigital.com.br/artigo/art306)

Recusa ao tente do bafômetro

Recusar efetuar o teste do bafômetro é uma infração de trânsito gravíssima. O condutor vai receber as mesmas punições administrativas do motorista que está embriagado e aceitou fazer o teste.  A multa tem o valor de R$ 2.934,70. O condutor tem a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) recolhida e o direito de dirigir suspenso por 12 meses.

O repórter policial da Rádio Planalto News, Bruno Reinehr conversou conversou com o policial rodoviário federal, Lúcio Finkler Júnior, para saber mais sobre o novo bafômetro. Acompanhe: 

  • Lúcio Finkler Júnior

Leia Também Dois traficantes são presos pela Brigada Militar em Passo Fundo Condutora de 19 anos morre após invadir pista contrária e colidir em carreta no trecho Passo Fundo/Ronda Alta Mulher passo-fundense morre em acidente na ERS-324 PRF prende em Passo Fundo grupo acusado de estelionato em Chapecó