Apreendidos 1170 kg de alimentos impróprios para o consumo em Passo Fundo

Compartilhe

Policiais Civis da Delegacia de Polícia de Proteção ao Consumidor, Saúde Pública e da Propriedade Intelectual, Imaterial, Industrial e Afins/DECON, do Departamento Estadual de Investigações Criminais, que integram a Força-tarefa Segurança Alimentar, também composta por agentes do Ministério Público Estadual, Secretaria Estadual de Agricultura e Pecuária e Vigilância Sanitária Estadual e Municipal, deflagram, nesta quarta-feira, dia 03/07/2019, ação conjunta em Passo Fundo, quando se apreendeu por volta de 1.170 kg de alimentos, impróprios para o consumo, motivo pelo qual foram inutilizados.

Durante a ação, os policiais civis, membros do Ministério Público e agentes fiscais constataram diversas irregularidades nos locais visitados, que expunham à venda produtos sem procedência, gêneros alimentícios com prazo de validade vencido, e, também, carnes, igualmente sem procedência e indevidamente refrigeradas.

A fiscalização promovida teve por objetivo garantir que alimentos seguros sejam disponibilizados à população, ou seja, próprios para o consumo e benéficos para a saúde.

Os proprietários e/ou responsáveis pelos estabelecimentos comerciais vistoriados deverão responder por delito contra as relações de consumo, prescrito no inciso IX do artigo 7° da Lei n° 8.137/90.

Fonte: Polícia Civil

Leia Também Estelionatário passo-fundense é preso tentando aplicar golpe de R$ 100 mil em Capão da Canoa BPChoque lamenta perda do Tenente Adalberto dos Santos Filho Mulher é amarrada por bandido e assaltada em casa no Bairro Cidade Nova Roubo a pedestre é registrado no Bairro São José