Primeiro semestre de 2019 reduz 15% dos acidentes fatais em rodovias gaúchas em comparação a 2018

Compartilhe
CRÉDITOS: BRUNO REINEHR   CRÉDITOS: BRUNO REINEHR  

A Polícia Rodoviária Estadual divulgou, nesta segunda-feira, 08, os dados do primeiro semestre do ano de 2019. Acompanhe: 


O Comando Rodoviário da Brigada Militar possui a responsabilidade pelas ações de combate à criminalidade e acidentalidade nas rodovias do Estado do Rio Grande do Sul, num total de 307 rodovias compreendendo 11.512 Km, desenvolvendo suas ações através de seus 39 Grupos Rodoviários que estão dispostos estrategicamente no território Riograndense.

                Com o término do primeiro semestre de 2019, e com base na análise dos indicadores criminais e nos resultados alcançados pautados no desenvolvimento de um plano de ações com base na gestão, diretrizes e executadas pelas frações do Comando Rodoviário da Brigada Militar, os números revelam à sociedade gaúcha bons resultados no que diz respeito à diminuição da acidentalidade nas Rodovias Estaduais.

                Os dados do primeiro semestre totalizam a perda de 184 vidas em acidentes de trânsito, ao passo que em 2018 no mesmo período ocorreram 217, representando uma redução de 15 % no número de vítimas fatais nestes primeiros seis meses. O emprego do efetivo e ações em locais com maior incidência de vítimas será continuado juntamente com as atividades de fiscalização ao excesso de velocidade, ultrapassagens em locais proibidos e combate à embriaguez ao volante no próximo semestre. Assim, com a atuação da Polícia Rodoviária Estadual baseada em dados técnicos, a prospectiva é de uma redução de 17 %até o final de 2019, em relação a todo o ano passado, que tivemos o registro de 443 mortes nas rodovias estaduais, projeção justificante do quão significativo é a fiscalização das rodovias, com a preservação de vidas, pois com esta redução teremos o menor número de mortes desde o ano de 2010.

 Os dados revelados permitem afirmar que o aporte de novas tecnologias como a aquisição de 40 novos Radares Móveis de Velocidade (Trucam), 80 etilômetros e a substituição do antigo bloco de autos de infração de papel por 340 Talonários Eletrônicos de Multa que tornou mais ágil e eficiente a fiscalização, somados à renovação de parte da frota com aquisição de 22 viaturas S-10, revelam um investimento que está nos auxiliando nos resultados positivos juntamente com o envolvimento e profissionalismo do efetivo que cumpre o planejamento formulado por meio de sólido banco de dados.               

                O sistema de gestão ora empregado nos permite com segurança, por exemplo, identificar que das 307 rodovias estaduais, 10 correspondem a 50% dos acidentes com morte, com essa informação aprofundamos o estudo do fenômeno extraindo dados específicos quanto aos dias da semana e horários de maior incidência acrescidos dos locais e quilômetros mais recorrentes, assim o planejamento adota uma condição “cirúrgica” e ali são aplicados os recursos materiais e humanos disponíveis.

 Os métodos empregados, o esforço e engajamento dos policiais rodoviários estaduais com o uso dos novos equipamentos resultaram neste primeiro semestre no aumento de 27% de veículos fiscalizados, somando mais de 404 mil veículos, dos quais 194 mil foram autuados por excesso de velocidade (um acréscimo de 108 %), atacando assim uma das principais causas dos acidentes com morte. Da mesma forma, as constatações de infrações por embriaguez ao volante aumentaram 58%, foram 1636 condutores fiscalizados durante as abordagens, desse modo, combatendo outra especial causa de acidentalidade geral.

 O roubo a transporte coletivo apresenta comportamento similar quanto aos locais de incidência, acontecendo com mais frequência nas ERS-040, ERS-734 e ERS-020. A prevalência deste tipo de delito nestas rodovias (55%) é justificada em virtude da característica das mesmas por localizarem-se junto a centros urbanos cortados por estas rodovias estaduais, que tornan mais viável a atuação dos delinquentes pelas diversas possibilidades para evasão. Contudo, os esforços do CRBM nestes locais têm apontado resultados positivos, com uma diminuição de 17% (28 ocorrências) neste primeiro semestre em relação ao mesmo período do ano anterior que foram registrados 34 casos.

A aquisição de novo armamento (carabinas IA2, calibre 556) para fazer frente às modalidades do crime organizado, como o “Novo Cangaço”, o tráfico de entorpecente e o contrabando/descaminho busca uma antecipação no enfrentamento à delinquência que passa pelas rodovias estaduais com a preservação da integridade dos usuários.

                No próximo semestre de 2019, continuaremos monitorando os índices de acidentalidade e produtividade, tendo como referência os mapas de calor (Hot Spots), para medir e direcionar a gestão operacional dos recursos humanos e materiais do Comando Rodoviário da Brigada Militar.

 Planejamento de ação agenda 2019/2020:

-Aporte de policiais militares para os Grupos Rodoviários, iniciando o reforço de efetivo após formatura dos novos soldados, no segundo semestre de 2019;

-Renovação de parte da frota do CRBM, por meio da aquisição de novas viaturas e motocicletas, que auxiliarão no deslocamento mais rápido e seguro para atendimento das ocorrências;

-A criação de programa de educação para o trânsito nas diversas localidades que o CRBM atua juntamente com o trabalho dos profissionais das Escolinhas de Trânsito do Comando, que no primeiro semestre realizou 54 palestras e simulação de percurso no trânsito para aproximadamente 69 mil pessoas (crianças, jovens e adultos).

_
Onde tem polícia, tem Bruno Reinehr com a notícia! 

Créditos: Comando Rodoviário da Brigada Militar
 

 

Leia Também Farroupilha: acidente com caminhão mata bovinos a caminho da Expointer Guarnição do POE encerra dia de serviço e deixa três meliantes atrás das grades Assaltante de farmácias é preso em Passo Fundo Batalhão Ambiental de Passo Fundo comemora seus 14 anos