Adolescente confessa que matou menina de dois anos por se irritar com o choro

Compartilhe

O adolescente que confessou ter matado a menina Cauane Victoria Rodrigues Veloso, de dois anos, em São Gabriel, na Fronteira Oeste, no fim de semana, afirmou em depoimento à Polícia que matou a criança porque se irritou com o choro dela e por “determinação de uma entidade espiritual”.

O agressor, de 17 anos, acrescentou que ouvia vozes determinando o que devia ser feito. Conforme o delegado José Bastos, responsável pelo caso, o adolescente é usuário de crack e cocaína, mas garantiu que, no momento do crime, agia “sóbrio”.

Bastos garantiu que o menor se referia à menina como uma boneca e que parecia não reconhecê-la como uma pessoa. De acordo com o delegado, o adolescente sofre de transtorno mental.

O exame de necropsia apontou que Cauane recebeu golpes de faca, que causaram rompimento da traqueia e do esôfago. A Polícia solicitou a internação provisória do jovem, já encaminhado ao Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Santa Maria, onde deve permanecer, por até 45 dias, aguardando o julgamento. Ele vai responder por ato infracional, equivalente a homicídio qualificado.


Fonte: Rádio Guaíba

Foto: Polícia Civil

Leia Também Identificado jovem que morreu em acidente na ERS 135 Mecânica pega fogo e destrói diversos veículos em Campinas do Sul Brigada Militar captura foragido após denúncia ser repassada ao telefone 190 Militares do 3º RPMon são habilitados para uso de carabina