Novo pavilhão e esteira duplicam capacidade da Central de Triagem e Transbordo

Compartilhe

No dia do aniversário de 162 anos do município a Prefeitura de Passo Fundo entregou o novo pavilhão e a nova esteira para a atividade de triagem dos resíduos sólidos urbanos na Central de Triagem e Transbordo. A ação busca qualificar os trabalhos de reciclagem, ampliar a quantidade de material reciclado e aumentar o número de recicladores. 

Para o prefeito Luciano Azevedo, “a ampliação do espaço e o novo equipamento são investimentos importantes e que têm o objetivo de melhorar a estrutura, trazer mais recicladores e possibilitar que as pessoas ganhem mais”, afirma Luciano, que também agradeceu o trabalho feito por todos. 

Atualmente, a operação do sistema de triagem é feita pela cooperativa Recibela. Em 2017 a Prefeitura formalizou a contratação da cooperativa, em uma ação que permitiu o aumento de renda dos recicladores e mais vagas de trabalho. A perspectiva de melhorias era aguardado há quase uma década. “Agradeço ao prefeito que cumpriu o que prometeu, aos cooperados que aqui já passaram e aos que trabalham com a gente aqui. Temos mais oportunidades para que mais cooperados possam vir pra cá”, destaca o presidente da Recibela, Nelson Ramos. 

Na coordenação do projeto TransformaAção, Silvania Ioner falou sobre a atuação de mais de 12 anos em parceria com os recicladores. “É um dia muito significativo para nós que trabalhamos com a formação e a autonomia dos recicladores e a valorização do trabalho e das pessoas. Isso é cuidar da vida e das pessoas. Muito obrigada, estamos muito felizes!”, observa.

O secretário de Meio Ambiente, Rubens Astolfi, lembrou que diariamente cada pessoa produz, em média, 700 gramas de lixo, o que gera cerca de 4 mil toneladas por mês na cidade. “Trabalhamos para que a renda dos recicladores seja cada vez maior e que isso possa melhorar a qualidade de vida, além de mostrar e conscientizar sobre a produção de resíduos”. 

O valor utilizado para as melhorias neste pavilhão e na nova esteira foi superior a R$ 750 mil em recursos do Fundo Municipal de Gestão Compartilhada.

Fotos: Cristian Queiroz (Planalto News)







Leia Também Manchas de óleo surgem em mais nove praias do Nordeste Vigilância Ambiental em Saúde está realizando levantamento de índices de infestação Presidente do PSL é alvo de operação da Polícia Federal Conselho Municipal de Meio Ambiente tem nova gestão