Brasil teve a melhor participação da história nos Jogos Pan-Americanos

Compartilhe

A delegação brasileira conquistou, nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, encerrados nesse domingo, os três maiores objetivos que poderiam ser atingidos: quebrou o recorde de medalhas de ouro, levando 55, três a mais que no Pan de 2007, no Rio de Janeiro, foi ao pódio como jamais havia feito, 171, 14 vezes a mais do que a marca anterior, e encerrou o evento em segundo no quadro geral, atrás apenas dos Estados Unidos, repetindo o ocorrido em 1963, no Pan de São Paulo. 


Portanto, o Brasil fechou com 55 ouros, 45 pratas e 71 bronzes.


O Comitê Olímpico do Brasil (COB) não tinha colocado uma meta em número de medalhas ou de pódios, nem posição no quadro. Para a entidade que comanda o esporte no país, o importante era a conquista de vagas olímpicas e a melhora do desempenho da maioria dos esporte com relação a Toronto 2015. O país garantiu, pelo Pan, um lugar na Olimpíada no handebol, hipismo, tiro com arco, tênis de mesa, tênis, pentatlo e vela, mas acabou sucumbindo no handebol masculino e no tiro esportivo.

Outro recorde interessante atingido pelo Brasil foi o de número de modalidades que foi ao pódio. O Brasil conquistou medalha em 41, mais que os 40 do Rio 2007. Nos títulos, foram 22 modalidades com ouros, repetindo as 22 de 2007. Com menos de 500 atletas, delegação foi a menor desde 2003, o Brasil se destacou muito mais em esportes individuais do que nos coletivos.


Fonte: G1

Leia Também Academia Spessatto representa Passo Fundo no XX Campeonato Mundial de Karatê - Do Tradicional ITKF Mylena Pedroso conquista o Gauchão Feminino com o Internacional Liga Norte: E. C. Passo Fundo decidirá título contra o Grêmio no sábado Direção do Sport Clube Gaúcho presta contas da atual gestão