Possibilidade de greve dos professores estaduais não é descartada

Compartilhe
A terça-feira, 13, é um dia de mobilização em defesa da educação. Houve manifestação em todo o Brasil, com atividades em várias cidades, como Passo Fundo.

No estado, não se descarta uma greve dos professores estaduais em função dos salários pagos de forma parcelada pelo governo.  A afirmação é da presidente do Cpers/Sindicato, Helenir Schürer. 

Segundo a dirigente, espera-se que o governo tome uma atitude para resolver a situação. Ela lembrou que há 44 anos o governo gaúcho arrecada menos do que gasta. Porém, a situação ficou pior nos últimos tempos, com 44 meses de parcelamentos.



Confira um trecho da manifestação da presidente do CPERS/Sindicato, em entrevista concedida à Rádio Guaíba de Porto Alegre (áudio)

Leia Também Matrícula no ensino superior a distância aumentou 45% FUPF atualiza política de flexibilização financeira UPF oferta treinamento on-line gratuito para Olimpíada Brasileira de Informática Vestibular de Inverno UPF terá prova on-line ou ingresso por meio da nota do Enem