Mais de 4 mil veículos são recuperados pela PRF em 2019

Compartilhe

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) recuperou este ano 4.042 veículos que circulavam com registro de roubo ou furto pelas rodovias federais de todo país. O número, que representa 61% do total de ocorrências do ano passado, é resultado do emprego de tecnologia no monitoramento viário e do investimento em capacitação profissional com foco no combate às fraudes veiculares.

Nos últimos 45 dias, a PRF registrou a recuperação de 825 veículos. Entre os estados, Minas Gerais ocupa o primeiro lugar com 91 veículos recuperados nesse período. Mato Grosso do Sul com 72 ocorrências ocupa a segunda posição no “ranking”, seguido do Rio de Janeiro (69), Paraná (62), Bahia (60), Goiás (54), Rio Grande do Sul (46), Pernambuco (42) e Mato Grosso (38).

Na última quarta (14), a PRF em Goiás recuperou um caminhão que havia sido roubado em São Paulo há 4 anos. O veículo circulava pela BR-060, em Anápolis, quando foi abordado pelos policiais, que descobriram o uso de placas clonadas, adulterações de elementos identificadores e o registro de roubo nos sistemas PRF.

 Clone – Muitos dos veículos recuperados pela PRF são clones de outros com mesmas características, marca e modelo. Logo, associado aos crimes de roubo e furto, são identificados outros como uso de documento falso e receptação, o que dificulta a identificação do crime e exige uma fiscalização minuciosa por parte dos policiais.

Atenção redobrada deve ter também o cidadão ao realizar a compra de um veículo usado. Algumas vezes o comprador se quer tem conhecimento da procedência ilícita do veículo e o adquiri de boa fé. A PRF orienta que, na pesquisa ou ato da compra, o novo proprietário sempre desconfie de anúncios tentadores, leve-o a um mecânico de confiança e confronte as informações do documento com os elementos identificadores no veículo.

Um outro alerta quanto a veículos clonados é para os proprietários que estiverem recebendo multas em locais onde não trafegaram. Nesses casos, é importante que procurem o órgão de trânsito para relatarem a possibilidade do veículo ter sido clonado.

Sistema Sinal – A PRF dispõe de um sistema que pode ser acessado pelas vítimas para que os policiais de serviço recebam informações sobre os veículos roubados. Para isso, basta acessar o site www.prf.gov.br/sinal e preencher os campos solicitados. Caso a vítima não tenha acesso à internet, a informação pode ser repassada através do telefone de emergência 191. O registro aumenta a possibilidade de recuperação do veículo que venha a circular nas rodovias federais de todo o país.

O cadastro no Sinal não substitui o boletim de ocorrência na Polícia Civil. De todo modo, é importante informar o quanto antes a PRF o roubo ou furto do veículo. Foi o que aconteceu na cidade de Bezerros, em Pernambuco, na última terça (13). Antes mesmo do registro de roubo, os PRFs recuperaram, na BR-232, um automóvel que havia sido roubado horas antes de ser localizado em assalto a estabelecimento comercial. 

Créditos: Polícia Rodoviária Federal 


Leia Também Policiais do 2º Esquadrão da BM efetuam mandado de prisão em beco no Jaboticabal Aluno esfaqueia professor dentro de escola em São Paulo Ao desembarcar de ônibus, homem é abordado por assaltantes na Vila Cruzeiro Caminhonete é furtada na Rua Fagundes dos Reis