Vida Religiosa Consagrada

Postado por: Dom Rodolfo Luís Weber

Compartilhe

No terceiro domingo de agosto a Igreja convida os seus fiéis para falar, rezar e refletir sobre a Vida Religiosa Consagrada. Esta multidão de fiéis consagrados, espalhados por todo mundo, são uma presença marcante em toda a história da Igreja e da sociedade contribuindo com suas obras evangelizadoras, educativas, de saúde, caridade e de vida contemplativa. Hoje duas religiosas vão ocupar este espaço, através das palavras das Irmãs Ivete Costella e Inês Weber.

“Na Igreja, há espaço para diversas vocações, padres, leigos, religiosos (as), pois o Espírito Santo é rico em sua ação criadora. A Vida Consagrada encontra, na comunidade eclesial, o lugar do testemunho do Reino de Deus.

A missão profética da vida consagrada desafia a novas formas de presença na Igreja e na sociedade. Diante de um mundo materializado e globalizado, o consagrado é chamado a desenvolver e a resgatar o sentido antropológico profundo do ser humano. Pela consagração religiosa, os consagrados colocam o centro de suas vidas, não nas coisas que passam, mas nas perenes sendo testemunhas da vida e da presença de Deus no coração da humanidade. A resposta da vida consagrada está antes de tudo, na prática alegre dos Conselhos Evangélicos ou votos – pobreza, obediência e castidade – como testemunha da força do amor de Deus na fragilidade da condição humana.

Diante do grito de tantos irmãos desprovidos das necessidades básicas de sobrevivência, o consagrado (a) atesta que, aquilo que é visto como impossível pela maioria das pessoas torna-se, com a graça do Senhor Jesus, possível e verdadeiramente libertador.

O Papa Francisco desafia os religiosos a uma “Igreja em saída”. É preciso que os consagrados, estejam presentes no mundo de hoje, dando testemunho de que, seguir a Jesus Cristo, é viver a fraternidade, acolher a vontade de Deus e caminhar juntos em união, na comunidade de fé.  Este dizer do Papa é um apelo para a Vida Consagrada, na sua missão Apostólica, conforme o Carisma e a missão da Congregação.

A resposta da vida consagrada está na prática alegre, como testemunho da força do amor de Deus que os chamou e consagrou para doar sua vida em favor dos irmãos, vivendo a consagração na alegria e na certeza de que Deus completa a obra que é Dele. Na gratidão a Deus pelo Chamado e pela graça do Sim buscam fidelidade como proposta de servi-lo. A Palavra de Deus, a Eucaristia e a missão apostólica são o sustento da Vida Religiosa Consagrada.

A Comunidade Fraterna caracteriza a Vida Religiosa Consagrada. Ela é a fonte, o lugar de encontro, acolhida, partilha e solidariedade. São chamados a viver a radicalidade da missão recebida no Batismo. Sem a vivência comunitária, este modo de vida não teria sentido.

Inseridas na Opção da Igreja em “Cada comunidade uma Vocação” vai o convite: Jovem!  Você que busca um sentido para sua vida, está aberto ao chamado de colocar-se a serviço da Igreja, deixando-se encontrar por Cristo que conta com você? Em nossa Igreja, há inúmeras Congregações Religiosas com carismas diversos. Todas nascidas do Espírito Santo e confirmadas pela comunidade de fé. Você deseja conhecê-las? O Serviço de Animação Vocacional e a Pastoral Vocacional são espaços que podem ajudar você em seu discernimento”.

Leia Também Primavera Matam a educação pública, aos poucos! A periferia como lugar de atenção da Igreja Católica de Passo Fundo Orgulho Gaúcho