Congresso dos Professores Municipais debate resistência, união e democracia

Compartilhe
Na noite dessa quarta-feira (21) iniciaram as atividades do VI Congresso dos Professores Municipais e II Encontro Regional do PARFOR, realizado pelo Sindicato dos Professores Municipais de Passo Fundo (CMP Sindicato) em parceria com a Faculdade de Educação da Universidade de Passo Fundo. O evento aconteceu no Centro de Eventos da UPF e teve como palestrante da noite o cientista político Daniel Cara.

Na mesa de abertura a diretora da Faculdade de Educação, Adriana Dickel, destacou a importância de espaços como o proporcionado aos docentes e futuros docentes. “Nós precisamos de momento como estes para fortalecer a ideia de que o professor é estudante por toda a vida. Estamos aqui para transpor muros, para pensar uma nova realidade,” frisou a professora.

Representando o CMP Sindicato a professora Regina Costa dos Santos destacou a preocupante conjuntura, que registra diversos cortes na educação e vem massacrando a educação pública. “Nestes dois dias de reflexão temos a função de que temos por obrigação pedagógica construir um documento que deixe muito claro qual a nossa posição enquanto professores, estudantes e profissionais da educação frente a essa realidade. O que nós, professores da rede municipal, pensamos e acreditamos que deve ser a nossa posição?” questiona.

Em seguida Daniel Cara realizou uma análise das questões educacionais no atual cenário brasileiro, fazendo uma retomada da conjuntura mundial e pontuando que a educação está sofrendo ataques não somente no Brasil, mas em todo o mundo.

“O que se percebe é que no mundo todo a educação vem perdendo prioridade, os governos têm constrangido o direito à educação. Isso representa uma possibilidade terrível de impossibilitar que todos tenham direito à educação e com isso desenvolvam suas sociedades, façam com que as sociedades sejam mais justas e democráticas, porque a educação é uma base para democracia e justiça social,” afirmou o cientista político.

Com o tema “União, resistência e democracia”, a atividade se estende pela quinta-feira (22), com início às 8h30min. No segundo dia de atividades o sociólogo e cientista político Ginez Leopoldo, o Doutor em Filosofia Cláudio DalBosco e a Doutora em Ciências Sociais Wrana Panizzi conduzem a discussão.

Leia Também Trote Solidário da Anhanguera Passo Fundo faz doações para entidades assistenciais Alunos da Escola Zeferini Demétrio Costi integrados ao Projeto Brasil sem Frestas Publicado edital com regras de inscrição nas escolas municipais de Passo Fundo Na Planalto News, nova coordenadora da 7ª CRE fala sobre o cargo