Aurora inaugura unidade de distribuição e vendas nesta sexta-feira

Compartilhe

A Cooperativa Central Aurora Alimentos inaugura na sexta-feira (6/9), em Passo Fundo (RS), nova unidade de vendas e centro de distribuição. "A nova unidade de distribuição e vendas de Passo Fundo fortalece a expansão em território gaúcho, onde a Aurora mantém indústrias de aves e suínos em Erechim e de suínos em Sarandi", disse a cooperativa em nota. 

Ainda conforme a Aurora, o novo centro de distribuição ocupa um terreno com área total de 50 mil metros quadrados. "A receita operacional bruta da unidade de vendas de Passo Fundo está prevista em R$ 137 milhões este ano e em R$ 151 milhões para o ano de 2020."

Devem ser gerados mais de 60 empregos diretos e 200 indiretos, com previsão de faturamento  até o fim de 2019 de R$ 137 milhões. 

O novo Centro de Distribuição de Passo Fundo atenderá parte da região Nordeste e Centro Oeste do Estado, com produtos expedidos e entregues diretamente pela unidade, que corresponde a 142 municípios. Grande parte das vendas da região Sudeste será expedida pela unidade e entregue pelos distribuidores, em 140 municípios. No total serão atendidos 242 municípios.

Em um terreno com área total de 50.000 m² foi edificada uma estrutura de 6.149,57 m² e instalado o pátio para manobra de caminhões e veículos com 15.000 m² de área. O prédio administrativo é formado por 12 salas, incluindo recepção, TI, sala de reunião, salas do departamento comercial, logística, RH, almoxarifado e arquivo definitivo. O local também abriga vestiários masculinos e femininos e rouparia; sala de recuperação térmica; balança para pesagem dos caminhões; quatro docas para carregamento; antecâmara com 403,99 m² de área útil e refeitório para funcionários.

A capacidade total de armazenagem corresponde a 1035 posições porta-pallets disponíveis. 

Leia Também Começa segunda etapa da vacinação contra a aftosa Ovelhas podem ser protegidas com sacos de rafia Coasa comemora 25 anos da primeira Assembleia Geral Ordinária que criou a cooperativa Produtores rurais poderão refinanciar dívidas com juros de 8% ao ano