Começa na UPF o XIII Congresso Brasileiro de Buiatria

Compartilhe
Participantes de 20 estados encontram-se na UPF, no XIII Congresso Brasileiro de Buiatria, ramo da veterinária que trata dos animais ruminantes. Palestrantes nacionais e internacionais estão no evento. A reitora da UPF, Bernadete Dalmolin, disse que é uma alegria para a universidade comunitária compartilhar conhecimento científico e ouvir de pesquisadores o que existe de mais avançado na pecuária mundial. Palestrante do primeiro dia do Congresso, que irá até o dia próximo dia 13,

João Dürr, que trabalha no Conselho Americano de Melhoramento de Raças Leiteiras dos Estados Unidos (ex-professor da UPF), disse que a concentração da atividade leiteira é uma tendência mundial. Nos Estados Unidos há rebanho com 50 mil vacas, mas é preciso encontrar condições para os pequenos produtores, disse ele.

Sobre a dificuldade que o Brasil tem de exportar, lembrou que o leite não é um produto para mercado externo. A exportação do leite no mundo não passa de 7%, é preciso fortalecer o mercado interno.
Adroaldo Zanela, professor da USP, falou sobre o bem estar animal. Ao responder pergunta da reportagem da Planalto sobre o confinamento, salientou que não faz objeção, desde que tenha sombra e alimentação. Manter o gado em campo aberto, mas sem trato é um problema, concluiu.

Foto: João Altair

Leia Também Cotrijal festeja 62 anos Relatório americano prevê redução de soja Aurora inaugura unidade de distribuição e vendas nesta sexta-feira Biocombustíveis avançados: empresário Erasmo Battistella é recebido pelo presidente do Paraguai