Relatório americano prevê redução de soja

Compartilhe
O relatório americano mensal da soja, divulgado no início da tarde dessa quinta-feira (12), prevê uma redução ainda maior no volume a ser produzido.  A indicação é de que os produtores norte-americanos deverão colher 98,8 milhões de toneladas. A previsão até o último documento era de 100,1 milhões. A divulgação elevou em 24 pontos a cotação na Bolsa de Chicago, por conta da expectativa de oferta e demanda.

O relatório é bom para o produtor brasileiro, na expectativa de que o mercado terá menos produto, pode alavancar o preço.

O Brasil superou os Estados Unidos na produção da soja, devendo colher na próxima safra 115 milhões de toneladas, quantidade que os norte-americanos já produziram até poucos anos.

A cotação atual, na região de Passo Fundo, está na faixa de R$ 75,00, preço de balcão, pago aos pequenos e médios produtores que não têm sistema de armazenamento próprio. Durante todo o mês de setembro do ano passado, o preço não baixou de R$ 80,00.

Leia Também Presidente do Paraguai é recebido na BSBIOS em Passo Fundo Deleite-se inspira produtoras da Cotrijal Fiscais agropecuários anunciam greve contra o pacote do governo gaúcho China autoriza mais seis frigoríficos gaúchos para exportação de carnes