Petrobras: não há previsão de aumento no valor da gasolina

Compartilhe

A Petrobras informou, por meio de nota publicada no fim da noite dessa segunda-feira (16), que está monitorando o mercado internacional de petróleo. A medida é em função dos ataques a campos petrolíferos na Arábia Saudita.

Os ataques aéreos aos campos sauditas de Abqaiq resultaram na elevação dos preços internacionais do petróleo. Por enquanto, não há previsão de reajuste de preços nos produtos negociados pela estatal, como os combustíveis e derivados de petróleo.

Segundo a empresa, a cotação internacional do petróleo apresenta volatilidade e a alta súbita de preços “pode ser atenuada na medida em que maiores esclarecimentos sobre o impacto na produção mundial sejam conhecidos. A Petrobras decidiu por acompanhar a variação do mercado nos próxi-mos dias e não fazer um ajuste de forma imediata”, diz a nota.

Íntegra da nota
A Petrobras informa que, em função dos últimos acontecimentos ocorridos na Arábia Saudita, segue com o processo de monitoramento do mercado internacional.

A companhia ressalta que, de acordo com suas práticas de precificação vigentes, não há periodicidade pré-definida para aplicação de reajustes.

Reconhecendo que o mercado de preços de Petróleo apresenta volatilidade e que a reação súbita dos preços ao evento ocorrido pode ser atenuada na medida em que maiores esclarecimentos sobre o impacto na produção mundial sejam conhecidos, a Petrobras decidiu por acompanhar a variação do mercado nos próximos dias e não fazer um ajuste de forma imediata.

A empresa seguirá acompanhando o mercado e decidirá oportunamente sobre os próximos ajustes nos preços.

Agência Brasil

Leia Também Filas para sacar FGTS nas agências da Caixa em Passo Fundo Trio americano ganha Nobel de Economia por pesquisa que ajuda no combate à pobreza Pagamento de até R$ 500 do FGTS para trabalhadores nascidos entre maio e agosto começa hoje Economia Criativa é tema de evento gratuito, em Passo Fundo