Vereadores recebem reivindicações dos trabalhadores da Codepas

Compartilhe

A Comissão de Cidadania, Cultura e Direitos Humanos da Câmara Municipal (CCCDH) realizou uma Audiência Pública para discutir o encerramento das atividades de transporte público da Companhia de Desenvolvimento de Passo Fundo (Codepas), nesta terça-feira (17), na Câmara Municipal de Vereadores. Os servidores estão preocupados com o futuro dos empregos. A ideia do Legislativo era intermediar o diálogo da categoria com o Executivo, mas os representantes convidados não compareceram.

Os funcionários da Codepas paralisaram as atividades durante a audiência e compareceram em grande número à reunião, mantendo apenas a atividade de dois ônibus no bairro Integração. Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Coletivos Urbanos de Passo Fundo (Sindiurb), Miguel dos Santos Silva, são em torno de 140 funcionários apreensivos com uma possível exoneração ou realocação para outras atividades do Poder Executivo. “Nós ainda não sabemos qual será o futuro desses trabalhadores, precisamos de informação e de discussão sobre se esta é a melhor saída para a Codepas, ainda acreditamos que ela possa ser recuperada financeiramente”, argumentou o sindicalista.

Os funcionários também demonstraram preocupação com o fato da saída da Codepas gerar um monopólio no setor prejudicando a população que depende do transporte coletivo urbano.  Eles também acreditam que o fim das atividades do transporte não solucionará o problema financeiro enfrentado pela Codepas e temem que as outras atividades também venham a ser extintas no futuro.

De acordo com o vereador Eloí Costa (MDB), proponente da audiência a pedido dos servidores da Codepas, a CCCDH decidiu fazer uma convocação ao Executivo para uma nova audiência através da qual os representantes ficariam obrigados a comparecer.  “Infelizmente não conseguimos ouvir o Executivo nem o Ministério Público do Trabalho, mas estamos fazendo a nossa parte, pois somos solidários aos servidores da Codepas e suas famílias” afirmou o parlamentar.

A audiência foi conduzida pelo presidente da CCCDH, Saul Spinelli (PSB). Também compareceram os vereadores Marcio Patussi (PDT), João dos Santos (PSDB), Rudimar dos Santos (PCdoB), Luiz Miguel Scheis (PDT), Claudio Rufa Soldá (PP) e Ronaldo Rosa (SD).

Foto: Comunicação Social/Câmara MunicipalAUDIÊNCIA PÚBLICA

Funcionários da Codepas preocupados com futuro dos seus empregos

A Comissão de Cidadania, Cultura e Direitos Humanos da Câmara Municipal (CCCDH) realizou uma Audiência Pública para discutir o encerramento das atividades de transporte público da Companhia de Desenvolvimento de Passo Fundo (Codepas), na manhã desta terça-feira (17), na Câmara Municipal de Vereadores. Os servidores estão preocupados com o futuro dos empregos. A ideia do Legislativo era intermediar o diálogo da categoria com o Executivo, mas os representantes convidados não compareceram.

Os funcionários da Codepas paralisaram as atividades durante a audiência e compareceram em grande número à reunião, mantendo apenas a atividade de dois ônibus no bairro Integração. Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Coletivos Urbanos de Passo Fundo (Sindiurb), Miguel dos Santos Silva, são em torno de 140 funcionários apreensivos com uma possível exoneração ou realocação para outras atividades do Poder Executivo. “Nós ainda não sabemos qual será o futuro desses trabalhadores, precisamos de informação e de discussão sobre se esta é a melhor saída para a Codepas, ainda acreditamos que ela possa ser recuperada financeiramente”, argumentou o sindicalista.

Os funcionários também demonstraram preocupação com o fato da saída da Codepas gerar um monopólio no setor prejudicando a população que depende do transporte coletivo urbano.  Eles também acreditam que o fim das atividades do transporte não solucionará o problema financeiro enfrentado pela Codepas e temem que as outras atividades também venham a ser extintas no futuro.

De acordo com o vereador Eloí Costa (MDB), proponente da audiência a pedido dos servidores da Codepas, a CCCDH decidiu fazer uma convocação ao Executivo para uma nova audiência através da qual os representantes ficariam obrigados a comparecer.  “Infelizmente não conseguimos ouvir o Executivo nem o Ministério Público do Trabalho, mas estamos fazendo a nossa parte, pois somos solidários aos servidores da Codepas e suas famílias” afirmou o parlamentar.

A audiência foi conduzida pelo presidente da CCCDH, Saul Spinelli (PSB). Também compareceram os vereadores Marcio Patussi (PDT), João dos Santos (PSDB), Rudimar dos Santos (PCdoB), Luiz Miguel Scheis (PDT), Claudio Rufa Soldá (PP) e Ronaldo Rosa (SD).

Créditos: Comunicação Social/Câmara Municipal


Leia Também Sete projetos aprovados em sessão da Câmara de Passo Fundo Alex homenageia servidores da Saúde pelo atendimento qualificado em CAIS Vereador Daneli pede apoio da população à lei de doação de material de construção Collor é alvo de investigação da PF sobre lavagem de dinheiro