O que é um Seminário?

Postado por: Adalíbio Barth

Compartilhe

Sentado junto a peões de estância, em comunidade formada principalmen­te por criadores e laçadores de gado, em fazendas do Rio Grande do Sul, o padre imaginava que estes seus fiéis entendessem um pouco mais das coisas da Igreja. Tencionava, todavia, colher deles alguns dados visando maior eficiência pastoral. Nenhum deles tinha qualquer noção de como era formada a Igreja, em sua estrutura. Não passava na cabeça deles que o Papa era escolhido entre os Cardeais. Quem eram estes Cardeais? O que faz um bispo? Como era forma­do um padre e sua caminhada formativa. Até estranharam que, para ser padre, tinha que estudar.

A prosa estava animada, mas acertavam poucas respostas, em relação às perguntas feitas. Imaginavam coisas, longe da realidade. Não tinham noção sobre uma paróquia e a missão do padre numa comunidade.

Realmente encontra-se pessoas com total desconhecimento do dia a dia da vida da Igreja. Encontra-se regiões de verdadeira terra de missão, onde se torna necessário explicar as coisas mais da vida e da história da Igreja e seus ministros.

Querendo, todavia, clarear um pouco mais sobre o sistema de formação de padres e sobre as vocações, o padre fez uma pergunta que deixou a todos pensativos e atrapalhados.

- O que vocês imaginam o que é um “seminário”?

Depois de insistir um pouco mais sobre a pergunta, querendo arrancar uma resposta, um “índio grosso” dos pampas, acostumado somente nas lides de campo, pediu licença para arriscar uma resposta.

- Pois não! O senhor pode falar.

- Mas eu não sei se vou acertar, mas eu arrisco um palpite, pois eu acho que é por ali.

- Então fale! – Insistiu o padre.

- Eu acho que essa tal de palavra “Seminário”, deve ser alguma coisa ligada à “inseminação”.

Ante tal resposta, o padre encerrou sua prosa, pois não podia imaginar tamanha ignorância.

A Igreja tem suas casas de formação de seus padres, chamadas de “seminá­rios”. Nossa gente simples não tem noção do que se exige para alguém formar-se padre. Doutro lado, todo sistema de educação prepara pessoas para uma profissão. E no sistema de formação sacerdotal, trabalha-se em cima de uma vocação. Qual a diferença entre profissão e vocação?

Leia Também “Ninguém quer nada com nada” Direitos humanos: tudo a ver com a vida da gente Contrato Verde e Amarelo: Mais jovens no mercado de trabalho Símbolos do Natal