Sinos das Igrejas batem pelo clima nesta sexta-feira

Compartilhe

O Movimento Católico pelo Clima pede um gesto simples das igrejas católicas e cristãs nesta sexta-feira, dia 20 de setembro: Soem os sinos durante a tarde em defesa do clima. As igrejas devem soar os sinos por cinco minutos durante as greves da juventude pelo clima no dia 20 de setembro, repetidas em intervalos de 50 batidas, simbolizando que até 2050 nosso planeta estará salvo, quando nos reuniremos novamente para celebrar a nossa transição para economias limpas.

Na Catedral Nossa Senhora Aparecida, de Passo Fundo, o sino também tocará nesta sexta-feira às 17 horas.

Essa iniciativa tem como objetivo apoiar a Cúpula Mundial de Ação Climática, no próximo dia 23 de setembro, convocada pelo Secretário Geral das Nações Unidas, António Guterres. O mundo tem dois anos para tomar medidas contra as mudanças climáticas e evitar enfrentar sérios problemas em todo o planeta, disse Guterres, convidando a sociedade civil a “exigir responsabilidades” aos líderes mundiais por sua atitude em relação às políticas climáticas. “Se não mudarmos de direção até 2020, corremos o risco de consequências desastrosas para os seres humanos e para os sistemas naturais que nos sustentam”, ele acrescentou.

Para o Movimento, esta ação constituirá um forte sinal, soando o alarme para a emergência climática como declarado pela Santa Sé. “Acreditamos que, ao soar os sinos nas cidades em que milhares de estudantes vão marchar, uma poderosa mensagem será transmitida ao mundo. Os sinos servirão também como um grande incentivo aos estudantes engajados e delineará inquestionável liderança da Igreja na luta contra as mudanças climáticas”, acredita o Movimento Católico.

A cúpula acontece num contexto de grandes mobilizações. Durante a semana, entre os dias 20 e 27 de setembro, milhares de organizações que lutam pelo ambiente e justiça social somarão esforços em ações planejadas em grandes cidades por todo mundo. Grandes marchas e greves estão preparadas em Roma, Nova Iorque, Berlim, Paris, Varsóvia, Santiago do Chile, Rio de Janeiro, São Paulo, Manaus entre outras. Esta é a hora de lembrar ao mundo a poderosa mensagem da encíclica Laudato Si’ e como ela serviu de inspiração para milhões de pessoas durante a Conferência sobre as Mudanças Climáticas (COP21) em 2015.


Fonte: Província Franciscana

Leia Também É neste sábado o 5° Jantar das Famílias da Paróquia Santo Antônio Professor que integrou a primeira equipe da rádio fala na Planalto News sobre sua trajetória Dom Rodolfo Weber avalia participação dos devotos na Romaria de Nossa Senhora Aparecida Círio de Nazaré reuniu mais de 2 milhões de participantes