Bebida alcoólica: Tribunal reconhece ressaca como doença

Compartilhe

Um tribunal de Justiça em Frankfurt, na Alemanha, reconheceu que os sintomas causados por uma noite de muitos drinks é, de fato, equiparável a uma doença.

De acordo com informações da rádio pública alemã “DW”, tudo começou quando uma empresa foi levada à Justiça por comercializar produtos como shots “anti-ressaca” e, diante da acusação de que isso seria ilegal, o tribunal condenou a companhia. Isso, segundo eles, se deve ao fato de que produtos alimentícios como esses não podem ser promovidos como formas de curar doenças.

“Informações sobre um produto alimentício não podem conter nenhuma propriedade capaz de prevenir, tratar ou curar uma doença humana ou dar a entender que tem tal propriedade”, diz o comunicado do tribunal ao qual a rádio teve acesso, assumindo então que a ressaca seria uma doença – ideia que eles justificaram ao definir o que entendem como doenças.

“Por doença, deve-se entender até pequenas e temporárias interrupções no estado ou nas atividades normais do corpo”, afirma o tribunal, ressaltando que isso inclui os sintomas de cansaço, náuseas e dores de cabeça que os produtos “anti-ressaca” da empresa, em tese, curariam.

 

Leia Também Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza será prorrogada até o dia 30 de junho A atuação multiprofissional no tratamento da covid-19: o papel da fonoaudiologia Reforma do Hospital de Olhos de Passo Fundo será finalizada Prefeitura de Coxilha adquire uma nova Van para a saúde