Tiecher solicita apuração sobre situação da Codepas

Compartilhe

O vereador Renato Tiecher (PSL) foi o orador do Grande Expediente na tarde dessa quarta-feira (02). O parlamentar cobrou esclarecimentos da Companhia de Desenvolvimento de Passo Fundo (Codepas) sobre os dados financeiros divulgados nos últimos 15 dias. Ele também fez uma homenagem a uma empresa do ramo de materiais elétricos.

Tiecher disse que participou na tarde da ultíma terça-feira (1) de uma visita ao pátio da empresa, acompanhado de alguns funcionários da Codepas, representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Coletivo (Sindiurb), e dos vereadores Luiz Miguel Scheis (PDT) e Cláudio Rufa Soldá (PP).

De acordo com o vereador, durante a visita à Codepas foram constatados problemas como o sucateamento de alguns veículos pertencentes à frota de ônibus seminova. Com a deflagração dessas falhas, Tchequinho julga ser importante uma apuração detalhada que justifique tais avarias.

“Um ônibus ano 2006, sem motor, sem pneus, só a carcaça, que, se tivesse em bom estado valeria mais de R$ 100 mil e que agora possivelmente está indo para um leilão por menos de R$ 5 mil. Outro ônibus ano 2017, com acessibilidade para cadeirantes, tudo dentro da modernidade, também faltando peças, com risco de sucateamento e custo acima de R$ 200 mil. Queremos esclarecimentos para a nossa comunidade de Passo Fundo sobre este descaso com a frota de ônibus da empresa”, afirmou.

Após relatar esses dados, o vereador opinou sobre a repercussão da situação da empresa, considerando fundamental a implantação de uma CPI para uma apuração mais detalhada do panorama financeiro e material, reforçando o sucateamento de vários veículos da frota.

Homenagem

O empresário Aldo Pansera foi homenageado pelo parlamentar com o certificado de Honra ao Mérito. A justificativa ao reconhecimento se deu pela atuação e empenho no fomento a economia, gerando empregos e desenvolvimento ao município, através do comércio de materiais elétricos, hidráulicos e ferragens.

“Pessoas que pagam imposto, como o passo-fundense Aldo Pansera, o que trabalhou por muito tempo em suas terras no interior e há 30 anos veio empreender no grande bairro São Cristóvão, apesar das dificuldades de ser empresário em nosso país. E se constroem uma escola, posto de saúde ou uma Unidade Básica de Saúde, é através dos impostos que os nossos empresários pagam”, declarou.

Pansera Material Elétrico, Hidráulico e Ferragens

A empresa foi fundada em 01 de julho de 1998, na Avenida Presidente Vargas no Bairro são Cristóvão por Aldo Pansera. Aldo foi agricultor por 22 anos, e motorista de caminhão por outros 20 anos. Pensando em ficar mais próximo e oferecer mais atenção às duas filhas, ele conta que resolveu iniciar a empresa que hoje tem 18 funcionários.

“Elas eram jovens ainda e pensei em abrir um negócio. Eu tinha um pouco de conhecimento, com os transportes e entregas para empresas de materiais de construção, para Porto Alegre, tive a ideia de começar um negócio aqui em Passo Fundo e aos pouquinhos foi dando certo. Graças a Deus hoje a gente emprega 18 funcionários e está bem”, concluiu.

Mulheres na Política

O vereador também considera importante que as mulheres se disponibilizem a participar da política e da democracia. Citou a dificuldade de os partidos atingirem a cota mínima exigida por lei que é de no mínimo 30 % de mulheres do total de candidatos.

Foto: Comunicação Social/Câmara Municipal 

Leia Também Sete projetos aprovados em sessão da Câmara de Passo Fundo Alex homenageia servidores da Saúde pelo atendimento qualificado em CAIS Vereador Daneli pede apoio da população à lei de doação de material de construção Collor é alvo de investigação da PF sobre lavagem de dinheiro