Governador sanciona inclusão do doce de leite na merenda escolar

Compartilhe
Foto: Divulgação   Foto: Divulgação 

Apesar de um pedido de veto, encaminhado pelo Conselho Regional de Nutricionistas, o governador Eduardo Leite sancionou, nesta quinta, o projeto de lei que prevê a inclusão do doce de leite na merenda escolar da rede pública estadual de ensino. A partir de agora, o alimento passa a fazer parte do cardápio elaborado pela Coordenadoria de Alimentação da Secretaria Estadual da Educação.

Na semana passada, o Conselho Regional de Nutricionistas da 2ª Região entregou parecer técnico citando índices de aumento da obesidade infantil e de doenças crônicas em função do consumo de gordura e açúcar.

Já o deputado Edson Brum, que assinou o projeto, se defendeu dizendo que a medida não obriga a inclusão do alimento na merenda. “Esse é um projeto que sugere a inclusão do doce de leite, mas não obriga nada. E claro, já acontece um acompanhamento realizado por nutricionistas porque a lei exige. Assim como são servidos geleia de frutas, bolos e biscoitos, a proposta é só uma sugestão para o cardápio”, argumentou.

O Conselho de Nutrição, em contrapartida, lembra que, apesar da eficiência do trabalho das nutricionistas da Seduc, só existem duas profissionais para cuidar dos cardápios das mais de 2 mil escolas da rede pública, que soma mais de 845 mil alunos matriculados, conforme o Censo Escolar do ano passado.

*Rádio Guaíba

Leia Também Confederação dos Municípios e Famurs pedem cancelamento das eleições de 2020 Comissão Especial do Legislativo acompanhará aplicação dos recursos das emendas impositivas Regina Duarte deixa Secretaria Especial de Cultura Aprovado projeto do deputado Giovani Cherini para reduzir desperdício de alimentos em mercados e restaurantes