Em Brasília, Luciano solicita ao governo que Passo Fundo receba escola cívico-militar

Compartilhe
O prefeito Luciano Azevedo tratou junto ao governo federal de temas como educação, saúde e assistência social, buscando investimentos para Passo Fundo.

No Ministério da Educação, o chefe do Executivo solicitou que o governo avalie a possibilidade de Passo Fundo receber uma escola no modelo Cívico-Militar. O prefeito esteve reunido com o subsecretário de Políticas paras as Escolas Cívico-Militares, Aroldo Ribeiro Cursino. O Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares (Pecim) foi lançado recentemente e, conforme o Ministério da Educação, ainda estão sendo avaliadas mais cidades que poderão receber o modelo.

Além de apresentar o potencial de Passo Fundo, o prefeito Luciano destacou a estrutura existente e apontou possíveis locais para a instalação do modelo cívico-militar. Lembrou, ainda, que há militares da reserva que poderiam se dedicar a esse trabalho. 


O Ministério da Cidadania garantiu a liberação de recursos que irão garantir o funcionamento de serviços de ação continuada na área de assistência social de Passo Fundo. Os repasses, que estavam em atraso, são essenciais para a manutenção de programas como o de Erradicação do Trabalho Infantil, da Juventude e de Combate à Violência contra Crianças e Adolescentes.

Ainda na tarde desta terça-feira, o prefeito Luciano esteve no Ministério da Saúde para solicitar a liberação de recursos para as obras do Hospital Municipal e da Unidade de Saúde da Planaltina. Ele também se reuniu com a direção nacional da Embrapa para discutir ações na área de pesquisa e desenvolvimento de Passo Fundo.


Leia Também Sete projetos aprovados em sessão da Câmara de Passo Fundo Alex homenageia servidores da Saúde pelo atendimento qualificado em CAIS Vereador Daneli pede apoio da população à lei de doação de material de construção Collor é alvo de investigação da PF sobre lavagem de dinheiro