Em Brasília, Luciano solicita ao governo que Passo Fundo receba escola cívico-militar

Compartilhe
O prefeito Luciano Azevedo tratou junto ao governo federal de temas como educação, saúde e assistência social, buscando investimentos para Passo Fundo.

No Ministério da Educação, o chefe do Executivo solicitou que o governo avalie a possibilidade de Passo Fundo receber uma escola no modelo Cívico-Militar. O prefeito esteve reunido com o subsecretário de Políticas paras as Escolas Cívico-Militares, Aroldo Ribeiro Cursino. O Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares (Pecim) foi lançado recentemente e, conforme o Ministério da Educação, ainda estão sendo avaliadas mais cidades que poderão receber o modelo.

Além de apresentar o potencial de Passo Fundo, o prefeito Luciano destacou a estrutura existente e apontou possíveis locais para a instalação do modelo cívico-militar. Lembrou, ainda, que há militares da reserva que poderiam se dedicar a esse trabalho. 


O Ministério da Cidadania garantiu a liberação de recursos que irão garantir o funcionamento de serviços de ação continuada na área de assistência social de Passo Fundo. Os repasses, que estavam em atraso, são essenciais para a manutenção de programas como o de Erradicação do Trabalho Infantil, da Juventude e de Combate à Violência contra Crianças e Adolescentes.

Ainda na tarde desta terça-feira, o prefeito Luciano esteve no Ministério da Saúde para solicitar a liberação de recursos para as obras do Hospital Municipal e da Unidade de Saúde da Planaltina. Ele também se reuniu com a direção nacional da Embrapa para discutir ações na área de pesquisa e desenvolvimento de Passo Fundo.


Leia Também Luciano Huck poderá concorrer à presidência pelo Cidadania, diz presidente do partido Governador Leite faz convocação extraordinária para votar projetos da Reforma RS Presidente do Legislativo assina projeto que viabilizará a construção de 2000 casas populares Planalto diz que Regina Duarte vai a Brasília conhecer a Secretaria de Cultura na quarta-feira