Integrado UPF e Projur Mulher e Diversidade recebem homenagem na Câmara

Compartilhe


O espaço do Grande Expediente da Câmara de Vereadores, foi ocupado na tarde desta segunda-feira (21), pelo vereador Marcio Patussi (PDT). Durante o tempo de 30 minutos, o vereador prestou reconhecimento ao Centro de Ensino Médio Integrado UPF pelos seus 30 anos e ao Projur Mulher e Diversidade pelos 15 anos de atuação na cidade.

 Patussi iniciou sua fala fazendo um resgate histórico dos 30 anos do Ensino Médio Integrado UPF, o qual foi criado no final dos anos 80, pelo então Presidente da Fundação Universidade de Passo Fundo e Reitor, Pe. Elydo Alcides Guareschi (in memorian) e alguns professores da Universidade de Passo Fundo, com a finalidade de melhorar os resultados nos concursos de vestibulares e oportunizar a filhos de professores e funcionários da UPF e comunidade em geral, um ensino de excelência e promover a formação continuada de docentes internos e externos.

Em outubro 1989, foi autorizado o funcionamento da Escola, e em novembro do mesmo ano, o Conselho Diretor da FUPF aprovou a implantação da Escola. Em março de 1990, iniciaram as atividades escolares das duas primeiras turmas, com 90 alunos, 29 professores e um funcionário. A partir de 1995, a Escola implanta os Cursos Técnicos de Nível Médio.  Atualmente, atende mais de 600 alunos, que buscam o aprendizado nas aulas de Ensino Médio e nas sete opções de Cursos Técnicos. 

Patussi destacou que “a homenagem é justa pois o Centro de Ensino Médio Integrado UPF há três década se dedica na formação de cidadãos competentes, conscientes e comprometidos. Uma escola diferenciada que vê no aluno um ser integral, que acredita na capacidade dos estudantes e forma seres humanos cientes de sua missão na sociedade”, finalizou o vereador.

 

Projur Mulher e Diversidade

 

Seguindo as homenagens, Patussi destacou o trabalho do Projur Mulher e Diversidade, que neste ano completa 15 anos de atividades na Universidade de Passo Fundo, o qual surgiu em 2004, por meio de um esforço conjunto da Faculdade de Direito da UPF, Cáritas Diocesana, Delegacia da Mulher e Prefeitura Municipal, oportunidade em que a  Divisão de Extensão da UPF, participou da formatação do então Projeto de Extensão Projur Mulher, ao qual se somou outro projeto intitulado Projur Mulher Cidadã. O primeiro projeto destinava-se ao acompanhamento jurídico processual das mulheres que passavam pela Casa de Acolhimento, mantida pela prefeitura, o segundo projeto trabalhava com conscientização e informação à respeito de direitos humanos, junto aos 39 grupos de mulheres da Cáritas Diocesana.

 Em 2010 o projeto incorporou o Projur Mulher Cidadã, tornando-se um grande projeto que passou a atuar na prevenção à violência por meio de oficinas, palestras e rodas de conversa. Em 2017 o projeto incorpora as demandas relativas à diversidade sexual, com o programa de extensão Projur Mulher e Diversidade que visa atender à diversidade e às mulheres em situação de violência de gênero, doméstica, familiar e filhos, nas áreas cível e criminal, nos termos da Lei Maria da Penha, bem como da legislação pertinente.

As vivências, consultas e informações são prestadas por professora e por bolsitas na Casa de Apoio, a qual é mantida em local sigiloso. O acompanhamento e a orientação jurídica são oferecidas as mulheres e familiares no Campus III da UPF. Em 2018, o Projeto se tornou Programa de Extensão, abrindo unidades também em Sarandi e Soledade.

“ O Projur Mulher e Diversidade no decorrer desses 15 anos, atendeu milhares de pessoas direta e indiretamente, realizando um trabalho de extrema importância junto as vítimas de violência. Essa homenagem é importante para reconhecer esse trabalho, mas principalmente, para refletirmos sobre a necessidade de debatermos mais sobre a violência contra a mulher, pensar políticas públicas que permitam as vítimas um recomeço com dignidade, empoderamento, trabalho e renda” encerrou Patussi.

O Projur Mulher e o Centro de Ensino Médio Integrado UPF foram um certificado de Honra ao Mérito da Câmara de Vereadores. Receberam o certificado presidente da FUPF, Luiz Fernando Kramer Pereira Neto, a reitora Bernadete Dalmolin, o vice-reitor administrativo, Cristiano Cervi,  o vice-reitor de Extensão e Assuntos Comunitários, Rogério da Silva, o diretor da Faculdade de Direito, Edmar Marques Daudt, o diretor do Centro Integrado professor Jonir Dalbosco e a Coordenadora do Projeto, Josiane Petry Faria.

 

 Texto: Assessoria Câmara

Foto: Marcelo Albuquerque (Planalto News)

Leia Também Vereadores aprovam proposta sobre mudanças em Secretaria de Administração Governador Eduardo Leite pede retirada de projeto da Reforma Tributária da Assembleia Legislativa Bolsonaro discursa na 75ª Assembleia Geral da ONU Vereadores aprovam criação do Bairro Alviverde em Passo Fundo