Segurança Pública de Passo Fundo realiza reunião nesta sexta

Compartilhe

Nessa quinta-feira, dia 07, na sede da APOCSER, em Passo Fundo, foi realizada a reunião entre os participantes do RS Seguro, estratégia do Governo do Estado, com acompanhamento de indicadores, estudo de ações  e integração entre as Forças de Segurança Pública. O encontro foi preparatório à reunião que ocorrerá no próximo dia 12 no Palácio Piratini e que contará com a presença do Governador Eduardo Leite e demais autoridades da cúpula governamental.
O RS Seguro é um programa que reúne os 18 municípios com maior criminalidade do Estado, representando cerca de 80% das demandas criminais.   Estabelece foco em crimes graves e também aqueles com incidência regional.  Mensalmente são realizadas reuniões dos órgãos de Segurança nos  Municípios envolvidos e posteriormente todos se reúnem e prestam contas diretamente ao Secretário de Segurança Pública e ao Governador do Estado, onde são discutidas as dificuldades e evidenciadas as ações positivas de todos.
Com a participação de representantes da Polícia Civil, Brigada Militar (BM),Instituto Geral de Perícias, SUSEPE e Corpo de Bombeiros Militar, a reunião ocorrida ontem em Passo Fundo neste mês foi conduzida pela Polícia Civil (PC), que apresentou aos presentes a expressiva queda nos indicadores de criminalidade. 
Em relação aos homicídios, Passo Fundo vivencia a realidade de redução em 14%, com 3 casos a menos que no mesmo período do ano passado, sendo que nessa data se completam dois meses sem que ocorra homicídio na cidade.
No caso de roubo de veículos, em comparação ao mesmo período do ano de 2018, foi verificada uma redução de 48%, com 52 casos a menos. O crime de furto de veículos teve redução de 16%, com 66 ocorrências a menos.  O roubo a pedestres teve redução verificada de 22%, com 105 vítimas preservadas. 
Segundo o delegado regional Adroaldo Schenkel, esse panorama de redução nos índices de criminalidade se deve especialmente às ações e trocas de informações entre todos as forças de segurança, com investigação qualificada e direcionada a quadrilhas e elementos contumazes em práticas criminais, com prisão, por parte da PC.  Também pela efetividade do policiamento ostensivo por parte da BM, tanto na prevenção quanto na repressão imediata, com prisão em flagrante de muitos criminosos.  O IGP tem dado bom suporte, com realização e agilização das perícias, o que facilita o trabalho de elaboração dos Inquéritos e rápido encaminhamento à Justiça.

Fotos: Polícia Civil

Leia Também Homem é preso por agredir a própria mãe em Passo Fundo Acidente é registrado no início da manhã no centro de Passo Fundo Identificado jovem morto após desabamento de silo em Passo Fundo Idoso é encontrado morto em residência de Passo Fundo