Odilon Garcez Ayres recebe título de Cidadão Honorário de Passo Fundo

Compartilhe

A Câmara de Vereadores concedeu o título de Cidadão Honorário de Passo Fundo ao escritor Odilon Garcez Ayres, no início da tarde desta quarta-feira (20), em Sessão Solene realizada no Plenário Sete de Agosto. A proposição foi dos vereadores Valdecir de Moraes (PSB) e João dos Santos (PSDB), aprovada por unanimidade em Plenário, pelos relevantes serviços prestados aos passo-fundenses e a toda comunidade gaúcha.

A Cidadania Honorária é concedida a pessoas não nascidas em Passo Fundo, mas residentes, no mínimo há dez anos, pela prestação de serviços relevantes ao município nos setores da indústria, comércio, letras, educação, administração, segurança pública, forças armadas ou cargos eletivos.

Odilon Garcez Ayres é historiador, escritor e o atual presidente da Academia Passo-fundense de Letras (APL). Ele é autor de obras de destaque no currículo. Possui três romances publicados e três trabalhos de história regional.  Ele também é membro da Academia de Letras do Brasil, seccional de Mato Grosso do Sul.

O homenageado é natural do Cerrito do Ouro, distrito de São Sepé, e com apenas dois meses de vida, mudou-se com sua mãe e avó materna para Coxilha, então distrito de Passo Fundo.

Ayres cursou o Ensino Fundamental e parte do Médio na rede pública estadual, nas escolas Fagundes dos Reis e Nicolau de Araújo Vergueiro (EENAV). Ele concluiu o Ensino Médio no Colégio Gama e por falta de recursos na época, não pode concluir faculdade, cursou dois semestres do Curso de Pedagogia e alguns semestres de Direito na Faculdade Anhanguera.

Atuou profissionalmente em diversos setores da cidade, sendo secretário executivo da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) por 13 anos, além do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) de Passo Fundo. Ajudou a fundar dezenas de escritórios de SPCs e de CDLs no interior do estado.

O escritor recebeu uma placa de Cidadão Honorário para marcar o evento. Segundo Valdo, “somente os serviços prestados à comunidade junto à CDL e ao SPC já seriam suficientes para que fosse merecedor deste destaque do Legislativo”, enfatizou.

O vereador João dos Santos acrescentou a relevância da contribuição de Ayres em outras áreas. “As obras que publicou reforçam a difusão da cultura através de suas palavras, elevando a literatura, a arte e o turismo no município. É de fato um Cidadão Honorário e recebe hoje o reconhecimento não só desta Câmara, mas de toda a nossa sociedade.”, concluiu o parlamentar.

Emocionado, o homenageado relembrou a trajetória de vida e agradeceu o recebimento do título. “Essa comenda é o coroamento de uma vida inteira de trabalho, de sofrimento, de lutas diárias. Eu não esperava receber essa honraria, pois a gente trabalha porque precisa, para construir o futuro com honra e honestidade”, ressaltou Ayres.

O momento cultural da Sessão Solene ficou por conta do irmão do homenageado, o tenor José Odir Schleder, que atuou por 15 anos na Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa).

Também participaram da homenagem o presidente do Legislativo, Fernando Rigon (PSDB), e os vereadores Alex Necker (PCdoB), Aristeu Dalla Lana (PTB), Eloí Costa (MDB), Evandro Meireles (PTB), Leandro Rosso (Republicanos), Luiz Miguel Scheis (PDT), Marcio Patussi (PDT), Patric Cavalcanti (DEM), Pedro Daneli (Cidadania), Rafael Colussi (DEM), Renato Tiecher (PSL), Ronaldo Rosa (SD), Rufa Soldá (PP) e Saul Spinelli (PSB). O secretário municipal de transparência e relações institucionais, Edson Nunes, representou o Executivo na solenidade.

 Foto: Comunicação Social/Câmara Municipal

Leia Também Presidente do CPERS homenageada com medalha na Assembleia Legislativa TSE aprova normas para eleição municipal de 2020 Pacote permitirá pagar servidores gaúchos em dia, diz governador Fragomeni Imóveis recebe homenagem na Câmara de Vereadores pelos 30 anos de atuação em Passo Fundo