RGE conclui troca de postes no Bairro Petrópolis e Passo do Miranda

Compartilhe

A RGE conclui duas obras de modernização da rede elétrica em Passo Fundo. As ações foram executadas nos bairros Passo Miranda, onde foram trocados 17 postes de madeira por concreto e reconstruídos 726 metros de cabeamento, e Petrópolis, com a troca de 13 postes e 1,3 mil metros de cabeamento novo. Ao todo, a distribuidora do Grupo CPFL investiu R$ 256,7 mil nessas duas ações, beneficiando diretamente 300 clientes e toda a região indiretamente.

Os novos postes de concreto dão maior robustez à rede elétrica e se somam a outras ações de fortalecimento do sistema executadas pela empresa. É o caso do cabeamento compacto, que possui espaçadores entre os cabos e diminui as chances de toque entre eles, principalmente em dias de vento, e, assim, reduz as possibilidades de interrupção no fornecimento de energia.

A Consultora de Negócios da RGE, Eliana Bortolon, explica que obras como essas têm caráter preventivo e seguem planejamento estratégico da distribuidora. “A ação faz parte do Plano de Manutenção e Expansão executado pela RGE de maneira contínua em toda a área de concessão. Além disso, obras como esta reafirmam o compromisso da empresa com a qualidade da prestação de serviço ao cliente. Investindo na rede elétrica, garantimos um sistema de distribuição de energia fortalecido e com componentes tecnológicos”, afirma a consultora.

Alinhada com o Planejamento Estratégico do Grupo CPFL Energia, a RGE, distribuidora de energia elétrica que atende 381 municípios gaúchos, investiu R$ 605 milhões em obras de ampliação, melhoria e modernização da rede nos nove primeiros meses deste ano. O valor é 24,7% superior em relação ao mesmo período do ano passado. Esses investimentos permitiram que centenas de obras fossem executadas no período, como a substituição de 64 mil postes de madeira por concreto na área de concessão, a instalação de 204 novos religadores automáticos e construção ou melhoria de 1.447 Km de rede de média tensão.

Sobre a RGE

Responsável por distribuir 65% da energia elétrica consumida no Rio Grande do Sul e atender 2,9 milhões de clientes em 381 municípios gaúchos, a RGE é hoje a maior distribuidora da CPFL Energia em extensão territorial e número de cidades atendidas. A área de concessão da companhia, que é resultado do agrupamento das distribuidoras RGE e RGE Sul, realizado em janeiro de 2019, totaliza 189 mil km² de extensão, abrangendo as áreas urbanas e rurais das regiões Metropolitana, Centro-Oeste, Norte e Nordeste do estado.

Os investimentos realizados pela RGE contribuem para o desenvolvimento socioeconômico de locais de fundamental importância para a economia do estado, que vão desde fortes polos turísticos, agrícolas e pecuários, até grandes centros industriais e comerciais, trazendo mais bem-estar, conforto e infraestrutura para a vida de 7,4 milhões de gaúchos.  

Sobre a CPFL Energia

A CPFL Energia, há 106 anos no setor elétrico, atua nos segmentos de distribuição, geração, comercialização e serviços. Desde janeiro de 2017, o Grupo faz parte da State Grid, estatal chinesa que é a segunda maior organização empresarial do mundo e a maior empresa de energia elétrica, atendendo 88% do território chinês e com operações na Itália, Austrália, Portugal, Filipinas e Hong Kong. 

Com 14% de participação, a CPFL Energia é uma das maiores empresas no mercado de distribuição, totalizando mais de 9,7 milhões de clientes em 687 cidades, entre os estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná. Na comercialização, é uma das líderes no mercado livre, com participação de mercado de 4%. É líder na comercialização de energia incentivada para clientes livres entre as comercializadoras.

Na geração, é a terceira maior agente privada do País, com um portfólio baseado em fontes limpas e renováveis, como grandes hidrelétricas, usinas eólicas, térmicas a biomassa, Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCH) e usina solar. Considerando a participação acionária na CPFL Renováveis (99,94%), maior empresa de geração da América Latina a partir de fontes alternativas de energia, a capacidade instalada do Grupo CPFL alcançou 4.304 MW, no final de setembro de 2019. 

A CPFL Energia possui ações listadas no Novo Mercado da B3 e ADR Nível III na NYSE. O Grupo também ocupa posição de destaque em arte e cultura, entre os maiores investidores brasileiros, por meio do Instituto CPFL.

Leia Também Trabalhadores de empresa terceirizada fazem manifestação junto à Câmara de Vereadores Planalto nos Bairros: obras na Escola Georgina Rosado da Lucas Araújo se encaminham para o final Obras da Avenida Brasil devem ser concluídas até o final de novembro Paim Bordignon continuará à frente da Estação Rodoviária de Passo Fundo