Nova fachada começa a ser apresentada com obras no Hospital Municipal

Compartilhe

Uma das maiores obras realizadas em infraestrutura do município, a modernização e construção de novos espaços do Hospital Beneficente Dr. César Santos (Hospital Municipal) avança em diferentes frentes. As principais intervenções feitas pela Prefeitura acontecem na parte externa com as fachadas em fase de finalização, assim como as pavimentações externas, passeio público e na parte interna com ampliação dos espaços.

A nova fachada do Hospital está recebendo uma nova marquise metálica com a função de proteger o acesso principal, projetando sombras e protegendo da chuva, trazendo maior conforto aos usuários. Revestida em Alumínio Composto (ACM) que tem como vantagem sua durabilidade aliado ao impacto visual. Também foram trocadas todas as janelas que tinham esquadrias de ferro e agora passam a ser em alumínio com vidros refletivos, o qual tem como função um excelente isolante térmico. As fachadas existentes do Hospital Municipal estão em fase final de requalificação, recebendo aplicação de novo reboco, textura e pintura.

O novo prédio que receberá o centro de diagnóstico, farmácia interna e administrativo, está em fase de finalização da estrutura (pilares, vigas, lajes). E já iniciou as atividades de alvenaria e reboco. As novas estruturas construídas para receber os equipamentos da central de ar medicinal e gerador já foram finalizadas e aguardam a instalação dos equipamentos.

A obra de reforma e ampliação do Hospital Municipal aumentará a área de leitos de 35 para 54, com a criação de 19 novos leitos, sendo 12 leitos voltados à ala psiquiátrica. Ainda, 20 leitos serão reformados. O investimento total na obra de ampliação do Hospital Beneficente Dr. César Santos (HBCS) é de mais de R$ 8 milhões entre recursos federais e de contrapartida do município.

A arquiteta da Secretaria de Planejamento (SEPLAN), Larissa de Rezende, destaca que as reformas internas terão estratégia especial para não parar as atividades Hospitalares. “Vamos concluir parte da reforma e posteriormente realocar as atividades para a área reformada, e assim teremos condições de iniciar a outra etapa. Resumindo precisamos concluir uma ala da reforma para iniciar a outra, assim não se interrompe os atendimentos hospitalares”, frisou Larissa.

A obra

Na parte de reforma, será atendida uma área de 1.043,44 m², abrangendo o Pronto Atendimento Adulto e Pediátrico, o Centro de Diagnóstico, a Recepção e as fachadas. Já na parte da ampliação, a área é de 2.643,15 m², englobando o Centro de Diagnóstico, que vai incluir uma sala para tomógrafo, o Pronto Atendimento Adulto, a farmácia interna, o setor administrativo e o setor de apoio logístico.


Leia Também Avenida Brasil em contrafluxo no sentido Petrópolis/Centro a partir da ponte do Rio Passo Fundo Planalto nos Bairros ouve reivindicações do Loteamento Professor Schisler Acisa Passo Fundo comemora 99 anos de fundação neste sábado Mais de 70 pedestres foram atropelados em Passo Fundo no ano de 2019