Balada Segura em Passo Fundo: saiba quantas pessoas perderam a carteira em 2019

Compartilhe
Foto: Detran   Foto: Detran 

Acompanhando as redes sociais é comum saber que uma pessoa acabou tendo a carteira suspensa por dirigir embriagado, ou por recusa ao teste do etilômetro.

A cidade de Passo Fundo tem intensificada a “Operação Balada Segura”, para evitar que pessoas embriagadas dirijam sob efeito do álcool.

Desde 2011, os motoristas gaúchos que têm o péssimo hábito de beber e dirigir começaram, graças à Operação Balada Segura, a rever suas atitudes.

A operação tem como objetivo fiscalizar os condutores quanto ao cumprimento da chamada Lei Seca, ou seja, flagrar e penalizar aqueles que dirigem sob a influência de álcool.

O ano de 2019, dentro da cidade de Passo Fundo, foi marcado por CNHs recolhidas nas operações.

Segundo o Secretário de Segurança Pública de Passo Fundo, Darci Gonçalves, o objetivo está sendo alcançado, pois os números de acidentalidades dentro do município estão reduzindo.

“Nós estamos efetuando semanalmente, no mínimo, uma operação Balada Segura, em horários variados. Trabalhamos no início da noite, no meio, no final e também durante dia. O nosso público precisa saber que nós também efetuamos a “Balada” durante o dia. Por incrível que pareça, a gente fiscaliza motoristas conduzindo veículos alcoolizados durante o período diurno”, destacou Gonçalves.

A Rádio Planalto News levantou, juntamente com a Guarda Municipal de Trânsito, os números de pessoas que tiveram suas CNHs detidas em fases da Operação Balada Segura no ano de 2019.

Janeiro: 0

Fevereiro: 31

Março: 21

Abril: 11

Maio: 09

Junho: 30

Julho: 14

Agosto: 22

Setembro: 19

Outubro: 17

Novembro: 39

A reportagem também entrou em contato com as policias rodoviárias, Federal e Estadual, para saber o número de CNHs recolhidas durante o ano nas rodovias próximas de Passo Fundo.

Nas rodovias federais, pertencentes à 8ª Delegacia de Polícia Rodoviária Federal em relação à fiscalização de alcoolemia, no período de 02/02/2019 a 02/12/2019:

Testes de etilômetro realizados: 27.733

Multas de alcoolemia (por constatação): 325

Multas de alcoolemia (por recusa): 599

Multas por dirigir sob influência de outra substância psicoativa (droga ou medicamento): 07

Condutores presos por embriaguez: 67

Nas rodovias estaduais, pertencentes ao 1º Batalhão Rodoviário da Brigada Militar (1º BRBM), em relação à fiscalização no período de 01/01/2019 a 03/12/2019

Pessoas presas por embriaguez: 58

Testes de Etilômetros negativos: 10.602

Pessoas autuadas por recusa: 401

Testes que acusaram embriagues: 178

Testes realizados: 11.181

Os acidentes de trânsito, na maioria das vezes, são causados por falta de atenção dos motoristas. Entre as principais causas está a imprudência, como dirigir em alta velocidade, alcoolizado ou falando no celular. O problema é que geralmente uma imprudência vem junto com a outra. Por exemplo, quem dirige alcoolizado, provavelmente estará dirigindo em alta velocidade e sem atenção. Quem está com celular, provavelmente não está prestando atenção em tudo que está acontecendo ao redor.

recusa é considerada uma infração gravíssima. O motorista recebe as mesmas punições administrativas do motorista embriagado que aceita fazer o teste. Ele é multado em R$ 2.934,70, tem a carteira de habilitação recolhida e o direito de dirigir fica suspenso por um ano. (Notícias Uol)

Já sobre conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência. Penas – detenção, de seis meses a três anos, multa e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor.

Tenha cautela. SE BEBER, NÃO DIRIJA!

Créditos: Bruno Reinehr/Rádio Planalto News

Leia Também Falsos policiais roubam carga e amarram vítima em árvore no trecho Passo Fundo/Erechim Identificado homem morto em tiroteio no Bairro Leonardo Ilha Tiroteio deixa um morto e dois baleados em Passo Fundo Polícia prende homem que matou três pessoas durante discussão de trânsito