Lavouras podem sofrer perdas devido à escassez de chuva

Compartilhe
O engenheiro agrônomo Claudio Doro esteve presente no programa Família Rural que foi ao ar no sábado, 20, e comentou sobre a produtividade das lavouras durante 2019 e falou também o que esperar das safras que iniciaram agora e sobre a falta de chuva na região.

Segundo Claudio Doro, a região teve o primeiro semestre altamente positivo, com uma safra onde atingiram um volume recorde de colheita, sendo a maior safra gaúcha, focando principalmente no milho, apesar da safra de trigo fraca os produtores conseguiram uma  boa margem de lucro no período.

Já no segundo semestre, com a safra de inverno com basicamente trigo, cevada e aveia, a produção não foi a esperada, com muita frustração na safra de trigo e cevada,  os produtores não obtiveram muito lucro, conseguindo somente o suficiente para pagar seus empréstimos, o lucro foi praticamente anulado no período. 

Na segunda quinzena de setembro os produtores começara, a implantação das culturas de verão, iniciaram com o milho, após algumas semanas teve início a soja, que é basicamente o alicerce economico das propriedades rurais da região. 

Essas plantações vieram com uma ótima condição climática, com bastante chuva e a temperatura já em elevação e até o mês de outubro as lavouras receberam um bom comportamento climático. 

Já no mês de dezembro se instalou a preocupação devido a escassez de chuva na região, as lavouras já começaram a sofrer algumas perdas, as lavouras que foram plantadas antes do prazo indicado, e que já estão florindo e com o processo de crescimento avançado vão com certeza apresentar queda na produtividade.

Já as lavouras em que as plantações aconteceram mais tardiamente ainda tem um grande potencial produtivo caso a chuva comece a vir com mais frequência e em grandes quantidades para conseguir uma produção de média para boa.

Leia Também Expodireto: aplicativo auxilia visitantes da Arena Agrodigital Artigo do comunicador João Altair é destaque no principal site de notícias do agronegócio A seca está dizimando as lavouras de soja na região Coasa realizou seu tradicional Dia de Campo