Suspensa a greve do magistério gaúcho, mesmo sem acordo com o governo

Compartilhe

O Cpers Sindicato decidiu, na tarde desta terça-feira, suspender a greve da categoria, que chegou hoje ao 57° dia. De acordo com a presidente do sindicato, Helenir Schurer, “a greve foi uma demonstração de que a luta continua”. A votação era individual, com cédula de papel. Os professores favoráveis ao término venceram por 725 votos a 593, em uma assembleia realizada no Colégio Estadual Cândido José de Godói, no bairro Navegantes, em Porto Alegre.

De acordo com Helenir, as aulas poderão ser retomadas normalmente nesta quarta-feira. Entretanto, o Cpers já anunciou nova paralisação para o dia 27, quando pode ser votado, em plenário na Assembleia Legislativa, o projeto que trata do plano de carreira do magistério.


Foto: Divulgação/Cpers

Leia Também Café com Líderes inspira alunos da Emef Arlindo de Souza Mattos Estudante de Jornalismo da UPF participa do Geração Futura Juventudes 2020 Jovem atendido pelo Case Passo Fundo é aprovado no curso de Direito Colégio Notre Dame promove campanha de incentivo a brincadeiras saudáveis