A evolução da ‘Vila dos Indígenas’ em Passo Fundo

Compartilhe

    Dezesseis famílias indígenas residem hoje perto do Rio Passo Fundo. Antigamente era comum encontrar índios, principalmente crianças, circulando pelo pátio da estação rodoviária. Com o tempo, foi construído um muro para isolar o grupo.

    Hoje existem casas que os próprios índios, vindos de Ronda Alta a Passo Fundo, construíram com a pretensão de morar a longo prazo.

    “A intensão nossa é ficar aqui, construindo casas para quem não tem, quando a Funai dá e vamos permanecer aqui”, disse o indígena Júlio César.

    Júlio informou ao repórter Marcelo Albuquerque da Planalto News FM 92.1, que as dezesseis famílias que habitam na aldeia, recebem suporte através de doações de cestas básicas.

    Eles prosseguem com a venda de artesanatos para garantir a renda e outros, vão atrás de trabalhos fixos, mas sem sucesso, alegando que ainda há muito preconceito.

    As crianças estudam em uma escola localizada dentro da área, com a presença frequente de três professores da rede estadual.

    Júlio também falou sobre o grande problema de saneamento básico, falta de água e pediu para que sejam colocados banheiros químicos no local. A construção de um posto de saúde também é um desejo da população indígena. Atualmente, um médico realiza visitas e consultas na localidade.

    Etelvino Mariano, irmão do cacique Jocemar, ressalta a falta de oportunidades no mercado de trabalho e intensifica a venda dos artesanatos para obter uma renda e sobreviver com seu pai de 102 anos, idoso que necessita de cuidados e assistência.

    Mesmo enfrentando algumas dificuldades, a melhora na estrutura do acampamento, transformado em uma grande aldeia, é perceptível.

    Quem quiser contribuir com doações de alimentos, roupas e calçados pode realizar a entrega diretamente no local. As famílias pedem a ajuda da população com doações de cimento para a colocação de pisos na escola.


Leia Também Moradores e comerciantes reclamam do lixo de recicladores parado em estacionamento no Centro Após repercussão na Planalto News, nova grade de proteção é colocada em bueiro da Vila Ricci Carnaval Popular na Gare será no dia 23 de fevereiro Utilidade pública: farmácias da rede municipal estão com horários diferenciados