Com salários descontados, professores estaduais pedem doações em Passo Fundo

Compartilhe

Um pedágio em prol dos professores da rede estadual de ensino aconteceu na manhã deste sábado (25), na Avenida Brasil, em Passo Fundo.

Ana Clélia, representante do Cpers, uma das lideranças do movimento, explicou à Planalto News, que a atividade do pedágio solidário está sendo realizada devido ao período de greve, em que os professorem sofreram descontos em seus salários.

“Para os trabalhadores que é muito difícil estar sem salário, você não tem nem o que comer dentro de casa, porque sem salário, você não tem como sobreviver. ’’ 

O pedágio é uma atividade a nível de estado, sendo realizado em várias cidades. Estão sendo arrecadados alimentos, materiais de limpeza e dinheiro.

“Quem quiser, a gente está com as contas, dos funcionários que estão sem luz e sem agua em casa, e a gente até aceita que paguem. A gente não quer dinheiro, a gente apresenta a conta se nos ajudarem para nós é para mostrar o quanto esse governo é incoerente. ” Disse Ana Clélia.

A greve dos professores da rede estadual teve duração de cerca de dois meses. Em Passo Fundo, algumas escolas estaduais já estão concluindo o ano letivo de 2019.





Ouça o áudio da entrevista:

  • Repórter Marcelo Albuquerque | pedágio dos professores estaduais

Leia Também Lei regulamenta auxílio para escolas privadas de educação infantil em Passo Fundo DetranRS adota novas medidas para minimizar impactos da pandemia nos exames de habilitação Kroton contrata profissionais de medicina para o programa Mais Médicos Ideb: Colégio Tiradentes de Passo Fundo entre os primeiros do ensino médio do Estado