Organização prepara Romaria da Terra em Mormaço

Compartilhe

Com o tema “O bem viver no campo e na cidade” e lema “Dá-me de beber” (Jo 4,7), será realizada, no dia 25 de fevereiro, a 43ª Romaria da Terra. Neste ano, a romaria é sediada pela Diocese de Cruz Alta, na Paróquia Nossa Senhora dos Navegantes de Mormaço-RS.

A programação do evento, que espera reunir romeiros de todos os cantos do Rio Grande do Sul, já está definida, bem como as atividades do dia e as paradas no decorrer da caminhada, que inicia na Comunidade São José dos Prólos, em direção ao Parque Municipal, num percurso de 2,7km.

Esta é a terceira vez que a Diocese de Cruz Alta sedia a Romaria da Terra: em 1987, na localidade de Itaíba, município de Ibirubá e em 1999, no Assentamento Ceres, município de Jóia, com os respectivos temas: “Terra repartida, vida garantida” e “Agricultura familiar: trabalho, organização e conquista”.

Esta romaria acontece todos os anos, na terça-feira de carnaval, em que milhares de romeiros e romeiras vindos de diferentes lugares se encontram para relembrar e celebrar os mártires da terra que tombaram defendendo a vida do povo empobrecido. Com Sepé Tiaraju, motivador das romarias, defensor dos povos indígenas, busca-se lembrar que esse dia será um momento de restabelecer as forças na luta por justiça e igualdade.

A realização da Romaria da Terra é um dos compromissos comuns permanentes das 18 Dioceses do Rio Grande do Sul, que integram o Regional Sul 3 da CNBB e acontece desde 1978.

 

PROGRAMAÇÃO DA 43ª ROMARIA DA TERRA

6h - Mística de acolhida (oração) para as pessoas que vão trabalhar no evento;

6h15min - Acolhida das caravanas na comunidade São José e São João com distribuição de folhas de canto, numeração dos ônibus e orientações aos romeiros e romeiras;

7h - Chegada na comunidade São João dos Prólos com café da manhã organizado pelas comunidades da Paróquia Nossa Senhora dos Navegantes e Diocese Cruz Alta;

8h - Animação e acolhida dos romeiros e romeiras com cantos e orações; fala de boas-vindas e Memória das Romarias da Terra;

8h40min - Celebração de Abertura

9 h - Caminhada com intervenções no caminho sobre “O bem Viver no campo e na cidade”;

1ª Parada - criação de Deus,

2ª Parada - cenário de destruição,

3ª Parada - reconstrução do Bem Viver,

4ª Parada - ideal do Bem Viver,

11h - chegada ao parque municipal com a celebração eucarística;

12h - bênção e partilha dos alimentos;

12h15min – momento cultural com artistas populares;

13h - oficinas temáticas sobre o Bem Viver no Campo e na Cidade;

14h - partilha das oficinas;

15h - celebração de envio, anúncio da próxima romaria;

16h - envio dos romeiros e romeiras com bênção final.

 

 

Leia Também Campanha da Fraternidade é lançada em defesa do dom e compromisso pela vida Mormaço acolhe a Romaria da Terra Romaria da Terra acontece em Mormaço Romeiro de 72 anos vai a Ibiaçá há 23 anos consecutivos