No julgamento, mulher beija ex-namorado que tentou matá-la com cinco tiros

Compartilhe
Cinco homens e duas mulheres compõem o conselho de sentença que julga, nesta terça-feira, 28, uma tentativa de feminicídio, praticada em agosto do ano passado, no centro de Venâncio Aires. Em plenário, a vítima pediu autorização ao juiz presidente da sessão, João Francisco Goulart Borges, para abraçar e beijar o réu, que era seu namorado na época dos fatos e atualmente se encontra preso.

A mulher foi atingida por cinco tiros. Em plenário, declarou que tudo aconteceu depois que ela provocou o réu, de 28 anos. “Ele nunca tinha me agredido, sempre foi muito bom para mim e já pagou pelo erro dele”, mencionou.

O réu, que está recolhido na Penitenciária Estadual de Venâncio Aires (Peva) pediu uma nova chance aos jurados e referiu que não quer voltar para ‘aquele inferno’. Sua defesa, feita pela banca do advogado Jean Menezes Severo, citou que a vítima é a mais interessada no julgamento e ela já perdoou o réu. A acusação está a cargo do promotor Pedro Rui da Fontoura Porto. A sessão deve se estender até a tarde.

Fonte: Folha do Mate

Leia Também Detento morre em cela do Presídio Estadual de Erechim Agentes de trânsito: 20 anos cuidando da segurança no trânsito Dupla é presa por tráfico de drogas na Duque de Caxias Marauense está desaparecido e família pede ajuda para encontrá-lo