Sob a proteção divina

Postado por: Adalíbio Barth

Compartilhe
Em suas costumeiras bênçãos de casas, um ministro passou por muitos apuros. Todavia, a experiência da visita familiar é sempre marcante para todos. Em certa residência, ao entrar na casa, reparou um costume muito espalhado em nosso meio: colocar uma ferradura na entrada da casa. Tem a finalidade de trazer muita sorte. E a conversa inicial foi sobre este talismã. 
- E trouxe muita sorte? A vida melhorou? 
- Nada! Ficou sempre na mesma! – foi a pronta resposta do proprietário. 
- Posso sugerir uma coisa para vocês? – perguntou o ministro. 
- Aqui sempre aceitamos sugestões boas! 
- Coloquem uma cruz no lugar da ferradura. Acredito que tudo vai melhorar – foi o parecer do visitante. 
Realizadas as orações da bênção da família e da casa, o visitador prosseguiu sua tarefa em outros domicílios. 
Tempos após recebeu um recado na secretaria da comunidade: visitar uma família. Haviam deixado o endereço e o melhor horário para a visita. 
Não teve dúvidas. Dirigiu-se à indicação da moradia. Qual não foi a surpresa, ao encontrar a mesma família, agora residindo em outro bairro. Conseguiram negociar a casa e realizar um bom negócio em outra parte da cidade. E se explicaram: 
- Tínhamos o desejo de vender a casa e nunca dava certo. Depois de sua visita, tiramos a ferradura e colocamos uma cruz na entrada da casa. E tudo começou a melhorar. Agora queremos introduzir logo a cruz em nossa casa nova, para que Deus nos dê as melhores graças. 
O povo é vítima fácil de crendices que se espalham em nosso meio, na certeza de trazerem sorte e riquezas. Quais superstições que você conhece e estão muito presentes em nosso meio? Alguma delas que já deu resultado positivo em sua vida? 

Leia Também Resíduos Domiciliares na Quarentena: Saiba o que fazer com o seu durante a pandemia do novo Coronavírus Comunhão espiritual Travessia na crise A Brigada Militar no combate ao Corona Vírus