Aumento do aparecimento de serpentes acontece devido as altas temperaturas

Compartilhe
Na última sexta-feira, 07, o programa Comando Popular, apresentado pelo comunicador Cristian Queiroz, recebeu a bióloga do serpentário da Universidade de Passo Fundo, Simone Nunes, para debater sobre o aumento do aparecimento de serpentes no perímetro urbano.

A bióloga explicou que nesta época do ano, com o período de reprodução das serpentes em alta, e o aumento das temperaturas o aparecimento do animal começa a ser mais frequente.

Ela também fala que terrenos com grande acúmulo de sujeira também tornam o ambiente chamativo para as serpentes por conta da presença de ratos no local, que são a maior fonte de alimento da espécie.

Simone também comenta que é importante ressaltar que as serpentes somente atacam quando se sentem ameaçadas, portanto, se encontradas em espaços com predominância de árvores elas devem ser deixadas no local, sem serem atormentadas. Em caso de aparecerem em propriedades privadas deve ser acionado o Corpo de Bombeiros para a retirada do animal.

Caso ocorra algum acidente com mordida de serpentes, a vítima deve ser imediatamente encaminhada para o hospital, no local será então tomadas as medidas necessárias e serão aplicados os soros específicos. Os profissionais saberão quais medidas tomar baseado nos sintomas apresentados, portanto, não é necessário levar o animal consigo para identificação.

"Não existem primeiros socorros para mordida de serpentes, o que a gente tem que fazer é manter a vítima o mais calma possível, para que a circulação do sangue não aumente rapidamente e levar para hospital", finaliza ela.

Ouça a entrevista na íntegra:

Leia Também Sobe para R$ 4,30 o valor da passagem dos ônibus Aumento no número de passageiros em aplicativos de transporte é diário Mega-Sena acumula e prêmio sobe para R$ 200 milhões Fundação Lucas Araújo: Carnaval não tem idade